Domingo, Julho 14, 2024
Domingo, Julho 14, 2024

SIGA-NOS:

Azores Airlines com resultado positivo de 2,2 M€ no segundo trimestre de 2023

-PUB-spot_img


A transportadora Azores Airlines obteve um resultado líquido positivo de 2,2 milhões de euros no segundo trimestre de 2023, depois do registo de 26 milhões de euros negativos no mesmo período do ano passado.

Segundo uma nota informativa enviada pela companhia esta quinta-feira, dia 31, o resultado do grupo SATA (que inclui a Azores Airlines e a SATA Air Açores) registou, no primeiro semestre, uma “melhoria de 16 milhões de euros face ao período homólogo”, tendo obtido um resultado operacional antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) positivo de 3,6 milhões de euros.

Nos primeiros seis meses do ano, o grupo aumentou em 40 milhões a receita (face ao primeiro semestre do ano passado) e transportou um milhão de passageiros (mais 36% do que no período homólogo).

Já a Azores Airlines, no segundo trimestre de 2023, atingiu uma receita de 75,1 milhões de euros, o que representa um aumento de 28 milhões e de 32,2 milhões face aos mesmos períodos de 2022 e 2019 (pré-pandemia), respetivamente.

A Azores Airlines atingiu um lucro de 2,2 milhões de euros no segundo trimestre deste ano, o que compara com um prejuízo de 26 milhões de euros em igual período de 2022.

No segundo trimestre, o EBITDA da empresa da SATA responsável pelas ligações entre os Açores e o exterior do arquipélago foi de 11,6 milhões euros, uma melhoria face ao período homólogo, quando o resultado foi negativo em 6,2 milhões de euros.

Os resultados antes de juros e impostos (EBIT) referentes ao segundo trimestre foram positivos em 3,6 milhões de euros (uma melhoria face aos 13,1 milhões de euros negativos do mesmo trimestre do ano passado), o que “excedeu as expectativas da empresa”.

No segundo trimestre de 2023, a Azores Airlines (empresa que está a ser alvo de um processo de privatização) transportou 383 mil passageiros, um aumento de 39% em comparação com o período homólogo.

Contudo, no total do primeiro semestre de 2023, o resultado líquido da companhia é “negativo em 20,5 milhões de euros”, o que se deve a um “primeiro trimestre mais fraco em termos de operação, a “elevados gastos financeiros”, aos “custos de reestruturação” e a “diferenças cambiais”.

Já a SATA Air Açores (companhia do grupo responsável pelas ligações interilhas) obteve um prejuízo de 4,3 milhões de euros no segundo trimestre deste ano. No mesmo período do ano passado, o resultado tinha sido positivo em dois milhões de euros.

“No primeiro semestre de 2023, o resultado líquido [da SATA Air Açores] é negativo em 11,4 milhões de euros, que compara com um resultado líquido positivo de 1,6 milhões de euros no período homólogo”, adianta a empresa.

O EBITDA foi de 1,2 milhões de euros no segundo trimestre deste ano, enquanto no segundo trimestre de 2022 tinha sido de 2,8 milhões de euros.

“O aumento de capacidade com a sétima aeronave foi uma das condicionantes para que no primeiro semestre de 2023 o EBITDA [da SATA Air Açores] fosse negativo em cerca de 55 mil euros, impactado negativamente pelo resultado do primeiro trimestre”, justifica a companhia.

A SATA Air Açores atingiu uma receita de 25,7 milhões de euros (superior em 10% ao período homólogo) e aumentou o número de passageiros transportados (256 mil, o que representa um aumento de 20%) no segundo trimestre.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img