Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024

SIGA-NOS:

Booking reduz prejuízos à medida que a procura por quartos aumenta

A Booking Holdings, que controla o site Booking.com, informou que teve uma perda de 188 milhões de euros no primeiro semestre, o que significa uma melhoria substancial em relação à perda que teve no mesmo período do ano passado de 490 milhões de euros.

As reservas do segundo trimestre valiam perto de 18 mil milhões de euros, quase o dobro do valor das reservas registadas no primeiro trimestre e apenas 12% em relação ao mesmo trimestre de 2019.

No entanto, o número de noites de quartos reservados no trimestre de abril a junho caiu 26% em relação a 2019 e as receitas caíram 44% no mesmo trimestre pré-pandémico.

A Booking.com afirmou que teve uma perda líquida nestes três meses, até junho, de 142 milhões de euros, mas reduziu a sua perda operacional trimestral de 411 milhões em 2020 para 47 milhões em 2021. A perda operacional semestral foi de 312 milhões de euros.

A empresa observou que os seus resultados continuam a ser “significativamente e negativamente impactados devido à pandemia da Covid-19, às condições económicas resultantes e às restrições governamentais”.

O diretor executivo Glenn Fogel disse: “Somos encorajados por mais um quarto de melhoria sequencial significativa nas tendências de reservas, com as reservas de noites do segundo trimestre a aumentarem 59% em relação ao primeiro trimestre de 2021, impulsionadas principalmente pelos resultados mais fortes na Europa e nos EUA.”

Acrescentou ainda que “continuamos focados em fortalecer o nosso principal negócio de alojamento e gerar benefícios para os nossos viajantes e parceiros de fornecimento de alojamento.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img