Terça-feira, Maio 21, 2024
Terça-feira, Maio 21, 2024

SIGA-NOS:

Chegadas internacionais à América do Norte caíram 67% em 2020

Os destinos na América do Norte – EUA, México e Canadá – estão em diferentes estágios de desenvolvimento do turismo. No entanto, um fator comum é que os efeitos da pandemia COVID-19 em 2020 foram duramente sentidos para cada economia do turismo, diz a GlobalData.

O último relatório da GlobalData, ‘Tourism Destination Market Insight: North America (2021)’, descobriu que o total de chegadas internacionais à região diminuiu 67% em relação ao ano anterior (2020). A previsão de recuperação da América do Norte segue o consenso geral de viagens globais de que o turismo doméstico recuperará primeiro, mas as chegadas internacionais não sentirão a recuperação até 2024.

Johanna Bonhill-Smith, analista de viagens e turismo da GlobalData, comenta: “A Covid-19 ainda pode ser identificada como a maior ameaça ao crescimento no setor de viagens e na América do Norte não é diferente. A perda de gastos com turistas recetivos em 2020 (-74,1%) para a América do Norte foi significativa. A previsão da GlobalData sugere que não haverá uma recuperação total até depois de 2025, e este será um dos fatores que mais afetará a recuperação económica da região nos próximos anos.”

A analista de viagens acrescenta ainda: “Viajar para a América do Norte pode ser caro. A pesquisa da GlobalData descobriu que 23% dos entrevistados globais reduziram os orçamentos familiares no ano passado e 27% reduziram-nos “um pouco”. Orçamentos reduzidos significam menos despesas com recreação, afetando a capacidade de viajar. As restrições orçamentais serão mais importantes na compra de experiências de viagens nos próximos anos, o que pode prejudicar a recuperação do turismo na América do Norte, em comparação com outras regiões do mundo ”.

Devido à proximidade, conetividade e operadoras de baixo custo concorrentes (LCC), as viagens entre os EUA, Canadá e México podem ter um custo relativamente baixo, estimulando as viagens entre os destinos. As viagens intra-regionais serão vitais para a recuperação do turismo na América do Norte. Cada destino já depende fortemente de destinos vizinhos como fontes importantes de receita económica.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img