Segunda-feira, Março 4, 2024
Segunda-feira, Março 4, 2024

SIGA-NOS:

China deixa de exigir teste negativo à covid-19 a quem viaja para o país

A China irá deixar de exigir, a partir da próxima quarta-feira, um teste negativo para a covid-19 aos viajantes que chegam do exterior, anunciou o Governo chinês, esta segunda-feira.

Esta medida inclui ambos os testes antígeno e de ácido nucleico, esclareceu Wang Wenbin, porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros da China.

Segundo o comunicado, este anúncio desmonta um dos últimos vestígios da política “zero casos” de covid-19, embora nos últimos meses as autoridades alfandegárias tenham deixado de verificar os resultados dos testes a quem chegava ao país. As companhias aéreas deixaram também de pedir teste no embarque.

A China aboliu, em dezembro do ano passado, a política de zero casos de covid-19, que incluía o bloqueio à cidade sempre que era detetado um surto. Além da imposição de um período de quarentena até 21 dias a quem chegava do exterior.

As restrições resultaram num abrandamento da atividade na segunda maior economia do mundo e acabaram por ser desmanteladas, após raros protestos ocorridos em várias cidades do país.

Em janeiro, o país retirou os requisitos de quarentena para quem chegava do estrangeiro e, nos últimos meses, expandiu gradualmente a lista de países para os quais as agências de viagem chinesas podiam organizar visitas em grupo.

Este mês, a China incluiu a Guiné Equatorial, Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe. Portugal foi incluído num lote anterior, em março do ano passado, assim como Brasil, França ou Espanha.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img