Sexta-feira, Junho 14, 2024
Sexta-feira, Junho 14, 2024

SIGA-NOS:

Companhias aéreas alteram planos de voo para Israel por causa de guerra em Gaza

Várias companhias aéreas que viajavam de e para Telavive, Israel, cancelaram ou reduziram voos como medida de segurança após os ataques de 7 de outubro levados a cabo pelo Hamas contra Israel.

Cerca de metade dos voos programados não operaram no dia seguinte ao ataque, domingo, 8 de outubro, e um terço permaneceu cancelado até segunda-feira, 9 de outubro.

Após o ataque, os voos com destino a Tel Aviv, Israel, foram redirecionados para o aeroporto de Larnaca, em Chipre, incluindo a Ryanair e um Boeing 777 da United Airlines de São Francisco.

Várias companhias aéreas, como Wizz Air, Air India, Turkish Airlines, American Airlines, Delta Air Lines, Egypt Air, Air Canada, Emirates, Air France, KLM, Lufthansa, Finnair, Norwegian e TAP e a LOT, juntamente com o Grupo Lufthansa (que inclui SWISS, Brussels Airlines e Austrian Airlines), cancelaram ou reduziram voos para o aeroporto internacional de Telavive, o Aeroporto Ben Gurion.

A operadora turística TUI fly Belgium também suspendeu os voos para a cidade, único destino de Israel, até 21 de outubro.

Embora a Rússia tenha proibido voos noturnos para Israel, as autoridades da aviação, como a Autoridade Federal de Aviação dos EUA, a Agência de Segurança da Aviação da União Europeia e a própria autoridade de aviação de Israel, alertaram as companhias aéreas sobre voar no espaço aéreo israelita, mas não suspenderam os voos.

Além disso, a autoridade da aviação de Israel ajustou as rotas de tráfego aéreo, instou as companhias aéreas a reverem as informações de segurança, alertou sobre potenciais atrasos e recomendou que as companhias aéreas que voam para Israel transportassem combustível extra como medida de precaução.

Outros países como China, Hong Kong e Coreia do Sul cancelaram todos os voos para Tel Aviv.

Atualmente, todos os voos regulares partem exclusivamente do Terminal Três do Aeroporto Ben Gurion, em Telavive seguindo as orientações fornecidas pelas autoridades de segurança israelitas, anunciou a companhia aérea nacional de Israel, EI AI.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img