Terça-feira, Maio 21, 2024
Terça-feira, Maio 21, 2024

SIGA-NOS:

Complexo dos Clérigos recebeu 1,2 milhões de visitantes e triplicou resultado de 2021

O Complexo dos Clérigos – Torre, Museu e Igreja -, no Porto, triplicou o número de visitantes em 2022, recebendo 1,2 milhões de pessoas, em relação a 2021, mas fica 30% abaixo dos valores de 2019, anunciou esta quinta-feira a instituição.

“A Torre dos Clérigos recebeu 1,2 milhões de visitantes ao longo do ano passado, divulgou a Irmandade dos Clérigos, gestora do monumento que comporta a igreja, o museu e a torre sineira.

Apesar do ano de 2022 ter sido “de grande atividade cultural na Torre e Igreja dos Clérigos e de recuperação generalizada do turismo na região Norte de Portugal, o Complexo dos Clérigos ficou ainda a “30% abaixo dos valores de 2019”, porque a instituição decidiu “manter as medidas de segurança e proteção dos visitantes vigentes ao longo da pandemia da covid-19”, explica a instituição.

Os visitantes espanhóis e franceses são os dois mercados que se destacam a visitar o monumento histórico da cidade do Porto, projetado no século XVIII pelo arquiteto italiano Nicolau Nasoni. Em terceiro lugar na lista estão os visitantes norte-americanos.

“Os dados revelados por diversas entidades ao longo das últimas semanas consolidam o posicionamento do ano 2022 como o de viragem para o turismo, com o regresso das viagens sem restrições de monta à circulação, e os Clérigos não são exceção, com um crescimento expressivo e com expressão nas receitas, que permitiram à Irmandade dos Clérigos equilibrar as suas contas e consolidar os apoios à comunidade”, acrescenta o comunicado de imprensa.

Com uma quota de 70% de visitantes internacionais no total de pessoas que acederam aos Clérigos ao longo de 2022, a Torre dos Clérigos, classificada, comprovou o seu “lugar inestimável na atração turística ao Porto e Norte de Portugal”.

A Irmandade dos Clérigos é uma instituição solidária, responsável pela gestão do conjunto arquitetónico Clérigos, classificado Monumento Nacional desde 1910.

A Igreja e a Torre são a casa da Irmandade dos Clérigos desde 28 de março de 1748 e, desde 2014, ano da sua musealização, tanto a Igreja, como a Torre e o Museu são palco de uma agenda cultural nas áreas da música, pintura, escrita e fotografia.

O complexo celebrou, no dia 09 de agosto 2022, o visitante seis milhões, atribuindo “simbolicamente” o título ao Ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img