Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024

SIGA-NOS:

eDreams ODIGEO obtém mais do dobro das receitas do trimestre anterior

A eDreams ODIGEO anunciou esta quarta-feira, dia 1 de setembro, os seus resultados para o primeiro trimestre de 2021.

“No primeiro trimestre, registámos um aumento acentuado na atividade comercial, apesar de permanecerem a incerteza e algumas restrições às viagens, à medida que mais pessoas estão vacinadas e as restrições COVID são aliviadas. Após um ano difícil, em 2020/2021, conforme previsto, o mercado das viagens está a recuperar rapidamente. Com a sua oferta exclusiva aos clientes, e após ter alcançado em agosto mais de 1,5 milhões de assinantes Prime, a eDreams ODIGEO está posicionada para tirar partido da era pós-COVID para atrair mais clientes e captar mais mercado. A eDreams ODIGEO continua a superar a concorrência, com as reservas no mês de junho a ultrapassar os níveis pré-COVID, e em julho e agosto a acelerar ainda mais face a 2019 (julho +6% vs AF19; e agosto +27% vs FY19)”, revela a empresa.

Crescimento das reservas face a 2019

Segundo a eDreams ODIGEO, “os resultados são encorajadores”. A margem de receitas no primeiro trimestre do ano fiscal de 2022 aumentou 313%. As restrições provocadas pela COVID-19 ainda implicaram que a margem de receitas cash ficasse 48% abaixo dos níveis anteriores à pandemia (incluindo a contribuição do Prime), devido à procura desproporcionada por voos de distância mais curta. Paralelamente, a EBITDA Operacional atingiu 3,1 milhões de euros positivos e o lucro marginal foi de 13,4 milhões de euros positivos para o primeiro trimestre do ano fiscal de 2022, 11 vezes que mais o montante do primeiro trimestre do ano fiscal de 2021.

A posição de liquidez manteve-se (136 milhões de euros no final de julho), enquanto que a liquidez da eDO nunca esteve em risco.

O Prime continua a reinventar as viagens

A eDreams ODIGEO é a inventora do primeiro modelo de viagens com base em assinatura: o Prime. Em agosto foram ultrapassados os 1,5 milhões de membros Prime (500 mil novos membros em apenas 3 meses, quando haviam sido necessários 15 meses para atingir os 500 mil anteriores).

“No bom caminho para atingirmos o objetivo de 2 milhões de membros mais de um ano antes do previsto. A meta revista era consegui-lo antes do fim do verão de 2022. Muito provavelmente, vamos antecipar a meta que nos impusemos em maio passado em 3-6 meses”, revela a empresa num comunicado.

Evolução dos Membros Prime e da quota total de reservas de voos

As taxas de subscrição do Prime e a respetiva participação nas reservas totais continuam a aumentar. O número de assinantes aumentou para 1.216.000 membros até ao final do primeiro trimestre do ano fiscal de 2022, 652.000 mais do que no primeiro trimestre do exercício anterior, com a quota de reservas do Prime a atingir 39%.

A eDreams ODIGEO opera agora o Prime em voos e hotéis em cinco dos seus maiores mercados (Espanha, Itália, Alemanha, França e Reino Unido), e também nos Estados Unidos, em Portugal e na Austrália.

Análise do desempenho da empresa

Dana Dunne, CEO da eDreams ODIGEO, comentou: “Continuamos a assistir a uma rápida e sólida recuperação da atividade comercial, apesar de ainda estarem em vigor algumas restrições às viagens. Superámos os níveis de reservas pré-COVID nos últimos 3 meses, com agosto a atingir uns impressionantes +27% vs níveis pré-COVID-19. Demos continuidade ao desempenho acima das expectativas verificado no ano passado e conquistámos mais quota de mercado, após um arranque muito forte no primeiro trimestre do ano em curso. Isto deve-se ao facto de nos termos posicionado com êxito para prosperar num mundo pós-COVID-19 através da nossa escala; por sermos uma empresa online centrada no lazer e que é líder no segmento móvel e em inovação; pelo Prime, o nosso produto por subscrição líder no mercado, que cresceu 50% nos últimos 3 meses para atingir 1,5 milhões de aderentes.”

Resumo das informações financeiras e da demonstração de resultados

(em milhares)1ºT AF 2022Var AF 2022 vs. AF 20211ºT AF 2021
Reservas2.227491 %377
(em milhões de EUR)   
Margem de Receitas68.4 313 % 16,6 
Margem de Receitas Cash73.5289%18.9
EBITDA Ajustado(1.9)(87)%(14.7)
EBITDA Cash3.1N/A12.4
EBITDA(4.2)(73)%(15.6)
EBIT(12.8)(48)%(24.5)
Resultado líquido(23.9)(2)%(24.4)
Resultado líquido ajustado(15.5)(34)%(23.6)

A atividade comercial continua a melhorar, apesar das restrições às viagens ainda em vigor

Os níveis de reservas da empresa ao longo do último trimestre apresentaram uma melhoria contínua. As reservas de abril foram de -51% em relação ao mesmo período de 2019, mas maio revelou uma sólida melhoria, com os níveis de atividade comercial a atingirem -22%.

Em junho, as reservas evoluíram ainda mais positivamente, superando os níveis pré-COVID-19 com taxa de crescimento média positiva de um dígito para, em julho e agosto, revelarem uma aceleração ainda maior, levando a empresa a atingir agora elevados níveis de crescimento.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img