Terça-feira, Fevereiro 20, 2024
Terça-feira, Fevereiro 20, 2024

SIGA-NOS:

Espanha propõe alargar layoff até 31 de janeiro com formação como condição

O Governo espanhol pretende renovar a aplicação do Expediente de Regulação Temporária do Emprego (ERTE) – o layoff espanhol  – até 31 de janeiro de 2022, estando para isso em negociação com sindicatos e patrões. No entanto, o executivo propôs algumas mudanças que a imprensa espanhola garante não terem agradado aos empregadores.

O Ministério da Previdência Social propôs que a contribuição para o auxílio às empresas seja condicionada à capacitação dos trabalhadores, segundo revelaram fontes sindicais ao elDiario.es, citado pelo Tourinews.

Outra das mudanças que essa nova prorrogação da ERTE incluirá – cuja vigência atual é até 30 de setembro – é que a renovação do mecanismo não será automática. Isso significa que as empresas terão que reapresentar o pedido do ERTE ao ministério. O objetivo desta etapa é evitar possíveis fraudes.

Da mesma forma, o Governo também propôs a implementação do “silêncio negativo” . Ou seja, o ministério deverá resolver os pedidos até 10 dias e, na falta de resolução, entender-se-á que o pedido foi indeferido.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img