Sábado, Abril 20, 2024
Sábado, Abril 20, 2024

SIGA-NOS:

França acolhe 1,4 milhões de portugueses em 2023, um crescimento de 40% face a 2022

França registou a visita de 1,4 milhões de turistas portugueses no ano transato, marcando um aumento de aproximadamente 40% em relação a 2022, quando recebeu cerca de 1 milhão de visitantes provenientes de Portugal. Estes números foram divulgados esta quinta-feira por Maxime Morin, diretor adjunto da Atout France, a agência francesa encarregue do desenvolvimento turístico, estabelecida em 2021.

Maxime Morin destacou que o mercado português tem vindo a crescer consistentemente desde o período pós-pandemia, posicionando-se como o 10º maior mercado emissor para França em 2023.

O Governo francês estabeleceu como meta para este ano a receção de 1,5 milhões de turistas portugueses e 100 milhões de turistas estrangeiros. Morin explicou que, para alcançar estes objetivos, está planeado um projeto de co-investimento de oito milhões de euros, envolvendo tanto entidades públicas – com campanhas de marketing em 13 regiões francesas, principalmente online – como parceiros privados, como operadores turísticos e agências de viagens.

A preocupação com a sustentabilidade é um dos focos da Atout France para 2024, com destaque para o cicloturismo, aproveitando a extensa rede de ciclovias francesas, que abrange 19 mil quilómetros em todo o território.

Quanto aos eventos programados para este ano, destaca-se a comemoração dos 150 anos do Impressionismo, com o Museu D’Orsay a emprestar 100 obras de artistas impressionistas para exposições em diversos museus. Além disso, de junho a agosto, serão celebrados os 80 anos do desembarque e da batalha da Normandia, com uma série de eventos culturais e históricos programados, incluindo concertos, desfiles, workshops, conferências e exposições.

A reabertura da Catedral de Notre Dame de Paris está prevista para dezembro de 2024, com expectativas de impulsionar o turismo. Os Jogos Olímpicos de Paris também são um marco importante, com a participação de 206 países e 15 mil atletas. O evento será descentralizado, ocorrendo não apenas em Paris, mas em 16 outras cidades francesas, além do Taiti, que sediará as provas de surf. “É um evento histórico e único porque, desde a criação dos Jogos Olímpicos, esta é a primeira vez onde se vai desenvolver em diversas cidades”, explica Morin.

A cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos está planeada para o rio Sena, com um espetáculo de mais de três horas envolvendo 106 barcos, apresentando dança, gastronomia, entre outros elementos. Dos locais olímpicos, 98% já estão concluídos, e até ao momento já foram vendidos 13 milhões de bilhetes para o evento.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img