Sábado, Novembro 27, 2021
Sábado, Novembro 27, 2021

SIGA-NOS:

Grécia quer que UE inclua terceira dose da vacina no certificado digital COVID-19

O governo grego apelou à União Europeia (UE) que introduza a terceira dose da vacinação nos Certificados Digitais COVID-19 da UE, a fim de tornar as viagens mais seguras no espaço europeu.

Segundo o primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis os vacinados deveriam receber uma terceira dose seis meses após a data de vacinação contra a COVID-19, sendo que essa dose deveria ser adicionada ao Certificado Digital COVID-19 da UE.

Num discurso ao país, o governante afirmou que apresentaria à presidente da Comissão da UE, Ursula von der Leyen, a sua proposta de emitir o certificado apenas para aqueles que receberam a segunda ou terceira dose nos últimos seis meses.

“Dessa forma, evitaremos qualquer quebra no muro de imunidade que já foi construído no nosso continente ”, argumentou Mitsotakis.

De acordo com o site EURACTIV.com, a Comissão Europeia planeia tornar os passaportes de vacinação COVID-19 válidos por um período de 12 meses após a dose final. “Viajantes totalmente vacinados terão que tomar uma dose de reforço 12 meses após terem recebido a segunda dose de uma vacina COVID-19, ou 12 meses após a vacina, se for uma vacina de injeção única, como a Moderna”.

A Comissão ainda não se pronunciou sobre o assunto. Porém, em breve, as terceiras doses podem tornar-se obrigatórias para a obtenção dos certificados de vacinação, que atualmente permitem ao titular viajar quase sem restrições pela Europa. Ao mesmo tempo, na maioria dos membros da UE, o certificado é solicitado para aceder restaurantes, bares, bibliotecas, shopping centers e outros.

-PUB-

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img