Segunda-feira, Julho 22, 2024
Segunda-feira, Julho 22, 2024

SIGA-NOS:

KLM critica redução de voos em Amesterdão: “Destrói o que ajudámos a construir ao longo de quase 104 anos”

-PUB-spot_img

O governo holandês deu sinal verde para limitar o número de voos no Aeroporto de Schiphol (Amesterdão) a 452 mil movimentos de aeronaves por ano, com o objetivo de reduzir a poluição sonora para os residentes que vivem perto do principal aeroporto do país.

A transportadora aérea holandesa KLM reagiu à medida com duras críticas, classificando-a de “incompreensível” e o equivalente a “destruir” tudo o que a companhia aérea construiu nos últimos 104 anos.

A medida de limitação de voos tem sido objeto de disputas nos tribunais holandeses, com recursos e contra-recursos tanto do governo quanto do setor da aviação que alega que os planos violam as leis da União Europeia devido à falta de consulta sobre a medida.

“É difícil imaginar que uma decisão tão drástica seja tomada por um governo cessante“, criticou a CEO da KLM, Marjan Rintel, na passada sexta-feira, dia 1 de setembro.

A KLM argumenta que possui um plano alternativo para reduzir significativamente a poluição sonora em Schiphol sem reduzir os voos. Rintel quer que o governo dê à KLM “espaço” para implementar o seu plano, que envolve a utilização de aeronaves mais recentes e silenciosas, bem como operações de voo mais eficientes.

“O nosso o plano ‘mais limpo, mais silencioso e mais eficiente’ mostra que podemos atingir as metas de ruído, ao mesmo tempo que operamos o atual número de voos. O plano incorpora um compromisso sério da KLM. Podemos conseguir isso se tivermos espaço para fazê-lo. O nosso plano atingirá as metas, garantindo ao mesmo tempo uma renovação mais rápida das nossas aeronaves, apoiando operações de voo mais limpas, silenciosas e eficientes. Em contrapartida, o ministro opta por reduções desnecessárias em vez de melhorias reais. Achamos inconcebível que o ministro planeie destruir o que a KLM ajudou a construir ao longo de quase 104 anos”, defende o CEO.


-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img