Sábado, Dezembro 10, 2022
Sábado, Dezembro 10, 2022

SIGA-NOS:

KLM voa para quatro novos destinos europeus

A companhia aérea KLM vai restabelecer a sua rede europeia até ao verão e aumentar a frequência de voos para destinos populares, com maiores capacidades, nomeadamente em Portugal, Espanha, Itália, Croácia e Grécia. As novidades neste verão são Belgrado, Verona, Palma de Maiorca e Dubrovnik.

Em Portugal, a KLM oferece, no próximo mês de junho, voos para Amesterdão-Schiphol a partir de Lisboa (até 3 voos por dia) e do Porto (até 2 voos por dia), oferta complementada pela da sua parceira francesa, Air France, com as rotas Lisboa – Paris-CDG, Porto – Paris-CDG e Faro – Paris-CDG – iniciada a 4 de julho de 2020, espera-se o seu regresso a 6 de junho. Assim, o Grupo conta oferecer, no período estival, voos de/para 3 aeroportos portugueses.

“A KLM vai voar para onde puder, desde que os custos variáveis sejam cobertos. Com esta estratégia, a KLM está a conseguir reconstruir completamente a sua rede e oferecer aos clientes a maior escolha possível de destinos. Isto aplica-se tanto a viajantes a negócios como os que viajam em férias. No verão de 2019, a KLM voou para 92 destinos, mas vai estar a oferecer 96 destinos este verão”, refere a companhia

Face ao verão de 2019, foram feitas as seguintese alterações na rede: Växjö (Suécia) encontra-se temporariamente suspenso, e os destinos Marselha e Nantes vão voltar a ser operados pela Air France a partir de Schiphol. Southampton, Poznam e Cork foram adicionados à rede no início de 2021.

Este verão, KLM vai voar para 4 novos destinos europeus, 3 dos quais no pico da estação: Belgrado (desde 13 de maio, até 7 voos semanais); Verona (a partir de 26 de junho, até 7 voos semanais); Palma de Maiorca (a partir de 26 de junho, até 7 voos semanais); e Dubrovnik (a partir de 26 de junho, até 7 voos semanais).

A KLM vai adicionar voos ou introduzir aviões maiores em destinos populares como o Porto e Ibiza em julho e agosto. “A capacidade prevista nos voos europeus será de 50% a 75%. No entanto, isso pode ainda mudar. Os códigos de cores que se aplicam aos destinos podem mudar, bem como a frequência de voos, alerta a companhia.

“Estamos extremamente satisfeitos por haver mais possibilidades de viajar novamente. A esse respeito, respondemos da maneira mais flexível possível às condições do mercado. Na KLM, estamos preparados para transportar os nossos passageiros até aos seus destinos de forma totalmente responsável. Oferecemos aos nossos clientes uma política de viagens flexível e o mais alto padrão de higiene”, adianta Pieter Elbers, Presidente e CEO da KLM

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img