Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024

SIGA-NOS:

Mais de 350 entidades assinam Declaração de Glasgow para a ação do turismo no clima

Foi assinada esta quinta-feira, dia 4, na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP26), a Declaração de Glasgow para a ação do turismo no clima entre mais de 350 signatários do setor a nível mundial.

Numa altura em que a relevância e importância do turismo são cada vez maiores, o turismo é visto pelas Nações Unidas, o G20 e os governos como um “aliado indispensável” do crescimento inclusivo e do desenvolvimento sustentável.

A Declaração de Glasgow pressupõe que mais de 350 signatários se comprometam a tomar medidas firmes para apoiar o compromisso global de reduzir as emissões para metade até 2030 e alcançar a Net Zero antes de 2050. Esta alinha assim o setor com compromissos globais e catalisa soluções colaborativas para os muitos desafios que as empresas e destinos enfrentam a nível global. Com o compromisso da Declaração de Glasgow pretende-se que o trabalho de todos neste setor contribua também para um aumento não superior a 1,5ºC acima dos níveis pré-industriais até 2100. 

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) foi uma das entidades que assinou a declaração de Glasgow. A associação indica que assume o compromisso de desenvolver planos no sentido de incentivar a aceleração da ação do turismo, no sentido da redução das emissões no setor em pelo menos 50% durante a próxima década e de alcançar a Net Zero o mais rapidamente possível antes de 2050. 

“É naturalmente inevitável que a APAVT se associa a esta preocupação que, aliás, estará bem presente e visível no nosso congresso”, afirma o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img