Sexta-feira, Julho 1, 2022
Sexta-feira, Julho 1, 2022

SIGA-NOS:

Minor vende Tivoli Marina Vilamoura e Tivoli Carvoeiro por 148M€, mas mantém gestão e marca

A Minor International (“MINT”) anunciou esta quarta-feira, dia 21 de julho, a conclusão da venda do Tivoli Marina Vilamoura e o Tivoli Carvoeiro, no Algarve, à Azora European Hotel & Lodging, FCR (“AEHL”), um fundo gerido pela Azora Gestión, S.G.I.I.C. (“Azora”), a gestora de investimentos imobiliários europeus com sede em Madrid.

Em comunicado, o grupo informa, no entanto, que após a conclusão da transação, os hotéis continuarão a ser operados sob a marca Tivoli pela MINT através do NH Hotel Group (“NHH”), sob acordos de gestão hoteleira, por um período inicial de 20 anos, com opções de extensão por um período total de até 30 anos. De acordo com a informação do comunicado, o preço de venda agregado é de 148 milhões de euros, com um ganho líquido na venda de ativos de 26 milhões de euros.

“A transação de sale-and-manage-back foi realizada dentro do cronograma estimado e com uma avaliação favorável, apesar de, no contexto atual, representar um desafio. Esta transação permite ao MINT desalavancar e reservar algum capital para fortalecer ainda mais o seu balanço patrimonial e a sua posição de liquidez”, refere o grupo. Além disso, a MINT “continua a ser proprietária da icónica marca Tivoli. Os dois hotéis permanecerão no portfólio da MINT como hotéis geridos pela empresa e a MINT poderá participar na otimização do desempenho dos hotéis por meio de um fee de gestão”.

Dillip Rajakarier, CEO da MINT afirmou: “A transação reitera a força combinada da MINT e da NHH na execução de outra rotação estratégica de ativos com um respeitado investidor institucional imobiliário na Europa, após a sale-and-lease-back do NH Collection Barcelona Gran Hotel Calderón, no mês passado. Este negócio reforça mais uma vez a nossa capacidade de identificar um ativo com qualidade, de fazer investimentos para potenciar o seu valor e, por conseguinte, concretizar o mesmo. É com satisfação que cumprimos mais um dos nossos compromissos para com os nossos acionistas, no sentido de fortalecer o nosso balanço patrimonial com este marco num momento tão desafiante”.

Concha Osácar, uma das Sócias Fundadoras da Azora, afirmou: “Temos uma séria convicção de que haverá uma profunda recuperação pós-pandemia no sector hoteleiro e de lazer europeu, que teve uma procura reprimida significativa após os longos períodos de bloqueios e restrições, especialmente nos mercados de sol e praia. À medida que emergimos num mundo pós-COVID, construímos um forte pipeline de novas oportunidades de investimento e estamos a promover conversas com os proprietários e operadores de alguns dos melhores hotéis da Europa, como os dois Hotéis Tivoli que adquirimos hoje. Muitos destes proprietários estão a procurar recapitalizar e trabalhar com um senhorio como a Azora, que entende a dinâmica do setor e que pode ser um parceiro de longa data.”

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img