Sexta-feira, Abril 19, 2024
Sexta-feira, Abril 19, 2024

SIGA-NOS:

Montenegro quer Conselho de Ministros dos Assuntos Económicos com representação do turismo

O presidente do Partido Social Democrata e líder da Aliança Democrática, Luís Montenegro, afirmou esta terça-feira, dia 20, que, caso seja eleito primeiro-ministro, vai criar um Conselho de Ministros dos Assuntos Económicos, no qual o Turismo será representado, só não adiantou se com um ministro da pasta ou com um secretário de Estado.

Montenegro, que participava num almoço-debate promovido pela Confederação do Turismo de Portugal (CTP) com empresários do setor, respondeu ao repto do presidente da CTP que, momentos antes, questionou qual o modelo de governance do turismo defendido pela AD.

“O que podemos esperar é um critério de seleção dos membros de Governo que não esteja exclusivamente direcionado para os quadros partidários. Tal como já fizemos na constituição das nossas listas de candidatos a deputados, vamos abrir as funções governativas a pessoas que, na sociedade, têm crédito, trabalho, experiência nas respetivas áreas de atividade, são entendidos como líderes, e que possam trazer qualidade à ação política, para que os portugueses possam rever-se mais no seu governo do que nos últimos anos”, começou por dizer o líder do PSD.

“Pretendo inovar na orgânica do Governo e entendo que há três matérias que me parecem que devem constituir um Conselho de Ministros, que reunirá uma vez por mês: a Transição Climática e Energética, a Transição Digital e o Combate à Burocracia; e os Assuntos Económicos, onde se insere o turismo no prisma apontado pelo presidente da CTP, ou seja, matérias que têm a ver com a intervenção e coordenação de políticas públicas para o turismo. Se vier a existir um ministro do Turismo, estará sempre nesse Conselho de Ministros dos Assuntos Económicos, caso não haja, haverá sempre um representante”.

Luís Montenegro deixou ainda outra promessa, o compromisso de “revisitar” o Acordo de Rendimentos e Competitividade e “atualizá-lo”, de forma a “que as empresas tenham mais competitividade e ganhos de produtividade e possam pagar melhores salários”.

“Têm o meu compromisso em sentarmos os parceiros novamente à mesa e atingirmos um nível de entendimento direcionado para a criação de riqueza”.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img