Quarta-feira, Novembro 30, 2022
Quarta-feira, Novembro 30, 2022

SIGA-NOS:

OCA Hotels encerra ano fiscal de 2021 com receitas de 34M€, 12,5% abaixo de 2019

A OCA Hotels encerrou o ano fiscal de 2021 com receitas totais de 34 milhões de euros, apenas 12,5% abaixo de 2019, divulgou esta sexta-feira, 21 de outubro, em comunicado de imprensa. A cadeia hoteleira galega espera atingir 45 milhões de receitas até ao final de 2022.

A rede hoteleira galega aponta que foram feitos desinvestimentos durante a crise de covid-19, com o objetivo de focar a sua expansão em hotéis urbanos e de férias.

A OCA Hotels opera quatro unidades hoteleiras de quatro estrelas em Portugal, todas na cidade do Porto: o Oca Oriental Porto Hotel, com 85 quartos; o Oca Flores Hotel Boutique, com 68 quartos; o OCA Republik, com 43 quartos; e o OCA Vitória Village. Em 2023, a cadeia hoteleira tem previstas duas novas aberturas em Portugal.

No primeiro semestre de 2022, a OCA Hotels incorporou sete estabelecimentos em Espanha ao seu portfólio, sob a marca DuermingBeds: Duerming Praia Mar Cachadiñas, em O Grove; Duerming Natura Petit, Duerming Montalvo Praia e Duerming Ardora, em Sanxenxo; Duerming O Cruceiro do Galo, em Santiago; Duerming Fogar do Selmo, em Rois; e Duerming Casa Marchena, em Jaén.

No Brasil, onde atua desde 2008 com o Grand OCA Maragogi Beach & Leisure Resort, a rede hoteleira prevê abrir uma nova unidade hoteleira de cinco estrelas: o Grand Oca Auga Family Suites Resort, com 191 quartos, agregando um total de 421 quartos no país.

Com a revisão provisória do ano em curso, a OCA Hotels espera atingir 45 milhões de receitas até ao final de dezembro de 2022. Estas previsões ultrapassariam em 28% os resultados obtidos pela cadeia em 2019, no último ano anterior à pandemia.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img