Segunda-feira, Agosto 8, 2022
Segunda-feira, Agosto 8, 2022

SIGA-NOS:

Os hotéis já perceberam que não vendem apenas quartos bonitos, as pessoas agora estão a viajar para se sentirem melhor”

Sonal Uberoi estava em Londres quando a pandemia ditou o confinamento da região da Lombardia, em Itália, e não tardou a que outras regiões e países fizessem o mesmo. À medida que as semanas se transformavam em meses e todos os negócios não essenciais eram fechados, rapidamente se tornou evidente para a CEO da SPA Balance Consulting e autora do livro “The Wellness Asset – How to transform and futureproof your hotel”, que, desta vez, para a “indústria da hospitalidade esta crise era diferente”.

Sonal Uberoi foi uma das convidadas do webinar dedicado ao poder do Wellness como ativo estratégico no setor hoteleiro, promovido pela ABC Sustainable Luxury Hospitality, no passado dia 25 de maio.

“Não há dúvida de que a indústria da hospitalidade é incrivelmente resiliente. Sobrevivemos a ataques terroristas, guerras, desastres naturais, crises económicas e até epidemias e, obviamente, sobreviveremos à pandemia. Mas desta vez as coisas foram diferentes. E também se tornou rapidamente evidente que poderíamos estar todos na mesma tempestade, mas não estávamos todos no mesmo barco, não só em termos de setores, mas também dentro da indústria da hospitalidade. Alguns destinos estavam a manter algum tipo de nível de ocupação, enquanto outras regiões estavam totalmente fechadas. Portanto, descobrimos que os hotéis estavam numa situação que nunca viveram antes. E, além disso, cada um estava a fazer o melhor que podia tendo em conta as medidas ditadas pelo governo. As restrições variam muito, mesmo dentro do mesmo país. Então, decidi entrar em contato com os hotéis para entender quais os novos desafios para a indústria do bem-estar”, explica Sonal Uberoi, sobre como surgiu a ideia de escrever o “The Wellness Asset – How to transform and futureproof your hotel”.

Ao falar com 50 diretores/consultores hoteleiros em todo o mundo, entre as quais a portuguesa Ana Beatriz, fundadora & CEO da ABC Sustainable Luxury Hospitality, Uberoi procurou entender qual a visão destes profissionais para a indústria do bem-estar e criar um manual “escrito por profissionais da indústria para profissionais da indústria”.

“Penso que já estamos a ver um movimento e o que a pandemia fez explodiu e acelerou a importância do bem-estar. Agora os hoteleiros percebem que não vendem apenas noites e quartos bonitos e limpos e um pequeno decente, isso é algo já experimentado. As pessoas agora estão a viajar para se sentirem melhor, quer seja de férias, ou em teletrabalho, no final das contas querem sentir-se melhor. E os hotéis estão a perceber isso”, refere a Sonal Uberoi. “Agora, com toda a justiça, também não é uma situação fácil. A indústria da hospitalidade está de rastos, ocupações de 10 a 15 por cento de ocupação em 2020,encerramentos massivos, e 2021 não é totalmente diferente. São dois anos consecutivos a sofrer perdas massivas. Portanto, não é como uma crise económica normal e o caminho para a recuperação vai ser longo. Os hotéis tem pouco capital e é essencialmente para manter um modelo de negócios”, defende. No entanto, para Sonal Uberoi, os hoteleiros reconhecem que existe uma oportunidade para a indústria do wellness. A questão é como podem abraçar este indústria e integrá-la dentro destes fundos limitados. “Vejo que os hoteleiros estão a perceber a necessidade cada vez maior de adotar o bem-estar de alguma forma. E isso não significa apenas instalações de spa. Penso que muitos reconhecem que vai além disso”.

A empresa portuguesa ABC Sustainable Luxury Hospitality é apresentada como case study na recente obra de Sonal Uberoi. Sobre esta escolha, a autora destacou o facto da consultora colocar o bem-estar como uma componente-chave no desenvolvimento de toda a sua atividade.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img