Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

SIGA-NOS:

Passaportes digitais: Finlândia vai testar app móvel que permitirá viajar sem papel

A Finlândia poderá tornar-se no primeiro país da UE a testar uma app móvel que contém cópias digitais dos documentos de viagem, que visam substituir o passaporte físico em papel.

Com esta nova tecnologia, os passageiros poderão enviar informações às autoridades fronteiriças antes de irem para o estrangeiro. Este projeto será financiado pela Comissão Europeia, e o plano inicial é testar documentos de viagem digitais entre a Finlândia e a Croácia. No entanto, o financiamento tem ainda de ser aprovado. Assim que for aprovado, a utilização de documentos de viagem digitais será testada no aeroporto de Helsínquia.

“Estamos atualmente a preparar um pedido de financiamento para a Comissão. A candidatura deve ser apresentada até ao final de agosto. Depois dessa fase, será decidido se o projeto será realizado ou não”, disse ao jornal Mikko Väisänen, um inspetor da Guarda de Fronteiras finlandesa.

A Comissão está a encorajar alguns estados membros a testar a utilização de documentos de viagem digitais. Com a informação recolhida a partir destes testes, poderá tornar-se possível atravessar fronteiras com nada mais do que uma aplicação móvel em toda a UE.

Embora ainda seja incerto se o ensaio irá prosseguir na Finlândia, a documentação digital poderá ser testada primeiro nas travessias aéreas para a Croácia.

Alguns passageiros serão convidados a voluntariar-se para descarregar a app para os seus telefones. Poderão então enviar a sua documentação às autoridades fronteiriças antes de viajarem. “A informação é verificada antecipadamente e apagada após a viagem”, explicou Väisänen.

É provável que os primeiros voluntários sejam passageiros a viajar entre a Finlândia e a Croácia na primavera de 2023.

Os passaportes digitais poderão ser a resposta para os atrasos nos aeroportos?

Por enquanto, os passageiros envolvidos no teste ainda terão de levar os seus passaportes físicos em papel mas, a longo prazo, o objetivo é que as pessoas não tenham de transportar qualquer documentação para além dos seus smartphones. Os viajantes poderão simplesmente ser identificados utilizando uma fotografia do seu rosto quando embarcam num avião ou quando passam um controlo de segurança.

Espera-se que estes documentos de viagem digitais agilizem a passagem pelas fronteiras. Reduzir o tempo de cada verificação individual poderá reduzir os tempos de espera dos passageiros.

Em 2021, a Ucrânia tornou-se no primeiro país do mundo a dar o mesmo estatuto legal aos passaportes digitais que aos passaportes físicos. Utilizando uma app móvel chamada Dila, que é emitida pelo Ministério da Transformação Digital da Ucrânia, os utilizadores podem ver as versões eletrónicas dos seus documentos. Podem também gerar códigos QR que têm essencialmente o mesmo poder do que um passaporte.

Os ucranianos têm utilizado os seus passaportes digitais numa série de situações, como a confirmação da sua identidade nos correios, a confirmação da sua idade ou a abertura de uma conta bancária. Mas, no ano passado, os passaportes digitais passaram a ser aceites em viagens de avião e de comboio para o próprio país.

A Polónia e a Coreia do Sul também já utilizam documentação digital em smartphones e em breve poderão estar em curso outros projetos-piloto no Reino Unido e nos EUA.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img