Quinta-feira, Maio 23, 2024
Quinta-feira, Maio 23, 2024

SIGA-NOS:

Portugal Ventures anuncia investimento em empresa tecnológica e tem mais 5M€ para apoiar nova Call Turismo

A Portugal Ventures, do Grupo Banco Português de Fomento, anunciou o seu mais recente investimento numa empresa tecnológica cuja solução é direcionada para as unidades de alojamento turístico, e visa implementar as boas práticas de sustentabilidade e eficiência energética.

“A MTI – Managing the Intelligence, desenvolve dispositivos de IoT e software, utilizando inteligência artificial, para o mercado global da Hotelaria e Alojamento Local”, começa por referir a Portugal Ventures, em comunicado.

“A equipa composta por Miguel Silva e Sofia Romão criou uma solução tecnológica de eficiência energética – a MTI Smart Room, que funciona com qualquer sistema e marca de ar condicionado, para aumentar o conforto térmico dos hóspedes e reduzir o custo com a fatura da eletricidade, tornando as unidades de alojamento turísticas mais sustentáveis e cumpridoras dos critérios de ESG (Environmental, social and corporate governance)”, explica.

A MTI Smart Room, composta por hardware e software, “é fácil de instalar, não obriga a obras adicionais, nem ao encerramento das unidades hoteleiras. Integra com os sistemas dos hotéis, permitindo, por exemplo, o controle de equipamentos de acordo com o check-in e check-out dos hóspedes, evitando, assim, desperdícios de energia”, acrescenta.

Sedeada em Faro, a MTI – Managing the Intelligence, conta já com a sua solução instalada em mais de 400 quartos em Portugal, perspetivando, para o final de 2022, preparar o seu processo de internacionalização para a Europa.

Para Pedro de Mello Breyner, Vogal Executivo do Conselho de Administração da Portugal Ventures, responsável pela Unidade de Negócio de Turismo, “Este investimento tem como objetivo apoiar o crescimento da oferta de produtos e serviços que transformem o setor turístico num setor cada vez mais responsável em termos de sustentabilidade, eficiência energética e pegada ecológica. Acreditamos que ao investir neste tipo de soluções tecnológicas, estaremos a trabalhar para tornar Portugal num destino cada vez mais sustentável e alinhado com a Estratégia do Turismo 2027”.

Sofia Romão, CFO da MTI, refere que “é com grande entusiasmo e expetativa que a Managing The Intelligence embarca com a Portugal Ventures nesta parceria que temos a certeza que será recheada de muitos sucessos e conquistas! A ronda de investimento fechada com a Portugal Ventures é o reconhecimento do esforço e da paixão de toda a equipa e do potencial inovador e disruptivo da solução MTI Smart Room. O nosso compromisso, ambição, dedicação e muito com a Portugal Ventures irá potenciar o crescimento sustentado da MTI com o objetivo de nos tornarmos numa referência a nível global, juntando a tecnologia à sustentabilidade do planeta que habitamos.

Este investimento resulta da 4ª edição da Call Turismo, lançada no final de 2021, com o objetivo de reativar e incentivar a recuperação do setor. Desde a 1ª edição da Call Turismo, a Portugal Ventures já recebeu mais de 240 candidaturas, com um montante total solicitado para investimento de 150 milhões de euros.

5 milhões de euros para investir na 5ª edição da Call Turismo

Paralelamente ao anúncio deste investimento, a Portugal Ventures anunciou alcançou na passada segunda-feira, dia 23, a 5ª edição da Call Turismo, em parceria com o Turismo de Portugal e o Nest – Centro de Inovação para o Turismo, para investir entre 200 mil e 1 milhão de euros em projetos que contribuam para a inovação, sustentabilidade e eficiência deste setor.

Nesta 5ª Edição, são elegíveis empresas constituídas ou a constituir com projetos:

• Não tecnológicos, que apresentem conceitos diferenciadores para a oferta turística do país, que contribuam para o enriquecimento da experiência do turista e o reforço da competitividade de Portugal como destino turístico;

• Tecnológicos, que apresentem soluções que permitam melhorar a eficiência das empresas do setor do Turismo e da sua oferta de produtos e serviços.

“À semelhança da 4ª edição, serão privilegiados os projetos que contribuam para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), apresentando soluções que promovam a desmaterialização de processos e serviços, reciclagem, reutilização e redução de resíduos,
integração de energias limpas, eficiência energética, eficiência hídrica e mobilidade inteligente”, conclui a Portugal Ventures.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img