Sexta-feira, Julho 12, 2024
Sexta-feira, Julho 12, 2024

SIGA-NOS:

Remuneração bruta mensal no setor do turismo regista aumento de 6% em 2023

-PUB-spot_img

No Dia Mundial do Turismo, que coincidiu com o início do ano letivo nas Escolas de Hotelaria e Turismo do Turismo de Portugal, foi anunciado um aumento de 6% na remuneração bruta mensal por trabalhador no setor do turismo. Os dados, divulgados pelo Turismo de Portugal, revelam que esta melhoria ocorreu durante o ano de 2023.

Em comparação com o ano anterior, o setor do turismo registou um acréscimo de 6% na remuneração bruta mensal por trabalhador, com base em informações provenientes da Declaração Mensal de Remunerações das empresas à Segurança Social e na Relação Contributiva dos subscritores da Caixa Geral de Aposentações. Este crescimento na atividade de Alojamento e Restauração foi de 5,6%, superando a média da economia, que se situou nos 2,9%.

Aumento no número de alunos inscritos nas Escolas do Turismo de Portugal

Para assinalar o início do ano letivo nas Escolas de Hotelaria e Turismo do Turismo de Portugal, o Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, visitou a Escola de Faro, para uma aula inaugural, no dia 27 de setembro.

O início do ano letivo de 2023 nas Escolas do Turismo de Portugal registou um aumento no número de alunos matriculados. Cerca de 3.000 estudantes iniciaram o seu percurso de formação em turismo, distribuídos por 12 cursos ministrados em português e quatro cursos ministrados em inglês. Estas áreas de formação abrangem Cozinha, Pastelaria, Padaria, Restauração e Bebidas, Hotelaria/Alojamento, Informação e Animação Turística.

De acordo com os dados mais recentes, no ano letivo de 2022-2023, um total de 2.182 alunos frequentaram a Rede de Escolas durante a sua formação inicial. Para o ano letivo de 2023-2024, foram registadas 2.916 candidaturas no Regime Geral e 862 candidatos internacionais no Regime Especial de Acesso e Ingresso de Estudantes Internacionais. Este aumento representa uma subida de 52% nos candidatos internacionais e de 22% nas candidaturas do Regime Geral, em comparação com o ano anterior, quando o número de candidatos do Regime Geral era de 2.275.

“Assumimos a convicção de que mais educação e formação são o caminho para uma melhor integração no mercado de trabalho, num setor onde 94% dos alunos conseguem uma integração imediata no mercado de trabalho ou reforçam a sua formação. A par disto, continuamos a apostar em perspetivas de carreira mais atrativas e na defesa de remunerações e condições de trabalho de qualidade”, afirma Carlos Abade, Presidente do Turismo de Portugal.

Segundo um comunicado oficial, a promoção do crescimento das qualificações, da atratividade das profissões e do número de profissionais de turismo é o principal objetivo da Agenda para as Profissões do Turismo, uma iniciativa do Governo composta por diversas medidas já em curso.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img