Sábado, Abril 13, 2024
Sábado, Abril 13, 2024

SIGA-NOS:

Skyscanner desenvolve agente de viagens virtual através de IA

O motor de busca Skyscanner encontra-se empenhado no desenvolvimento de uma nova interface que recorre à Inteligência Artificial (IA) para revolucionar a interação dos viajantes com a plataforma. Phil Donathy, vice-presidente de produtos e voos da empresa, participou recentemente na conferência Phocuswright Europe em Barcelona, onde partilhou detalhes sobre o projeto.

A aposta da Skyscanner reside na criação de um agente de viagens virtual capaz de interagir de forma inédita com os utilizadores. Através da utilização de modelos de linguagem baseados em IA, como o ChatGPT, a empresa pretende oferecer aos viajantes uma experiência personalizada e interativa durante a pesquisa e reserva de viagens.

Donathy explicou que a IA será particularmente útil para os viajantes com intenções de pesquisa menos definidas, permitindo-lhes refinar a sua pesquisa de forma eficiente. Por exemplo, quando um viajante introduzir “Quero reservar umas férias em família no Mediterrâneo” na plataforma, o agente de viagens virtual colocará questões adicionais para afinar a pesquisa, como o tipo de hotel preferido, cidade de partida desejada, preferência por voos diretos e interesse em ofertas económicas.

No entanto, o vice-presidente sublinha que nem todos os viajantes necessitam deste tipo de assistência. Muitos utilizadores já têm uma ideia clara do que desejam, especificando o destino e as datas exatas da viagem. Nestes casos, a IA pode não ser tão relevante e até mesmo atrasar o processo de pesquisa.

A Skyscanner baseia-se nos dados recolhidos na sua plataforma para sustentar o desenvolvimento deste agente de viagens virtual. Segundo Donathy, cerca de metade dos utilizadores realiza pesquisas bastante específicas, enquanto a outra metade está mais inclinada para pesquisas exploratórias. É neste último caso que a IA desempenha “um papel crucial”, ajudando a reduzir as opções e fornecendo informações relevantes, como preços de voos, ofertas de hotéis e fotografias inspiradoras.

No entanto, garantir a confiabilidade das respostas fornecidas pela IA é um dos maiores desafios enfrentados pela Skyscanner. Donathy destaca que é essencial que as informações fornecidas pelo agente de viagens virtual sejam precisas e confiáveis, pois qualquer erro pode levar à perda de confiança dos viajantes.

Com o objetivo de alcançar esse objetivo, a empresa está a investir na qualidade e confiabilidade dos dados. Donathy mencionou que a equipa científica da Skyscanner está a trabalhar na definição de critérios de qualidade para as respostas da IA, estabelecendo limites e utilizando apenas fontes de dados verificadas.

Embora ainda não tenha sido anunciada uma data específica, espera-se que a Skyscanner realize testes com o agente de viagens virtual no final deste verão.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img