Sábado, Abril 20, 2024
Sábado, Abril 20, 2024

SIGA-NOS:

Os 5 perfis mais procurados pelo setor hoteleiro para este verão

O grupo Eurofirms, empresa de recursos humanos especializada em gestão de talento, revelou os cinco perfis mais requisitados para reforçar as equipas do setor turístico durante a época alta. Com o aumento das reservas, a necessidade de contratar profissionais no setor hoteleiro também cresce.

“Em 2022 o setor do turismo movimentou 22 mil milhões de euros, superando qualquer receita registada, o que indica, claramente, que o setor está em crescimento. Este aumento da procura de Portugal como destino turístico, aumenta também as oportunidades para quem procura emprego e experiência profissional nesta área”, afirma Letícia Oliveira, responsável pela área de Hotelaria do Grupo.

Os cinco perfis mais requisitados são: Cozinheiro de 2ª; Rececionista de 2ª; Empregado de Mesa de 2ª; Empregado de Andares; e Bagageiro.

O cozinheiro de 2ª é um perfil que necessita de formação na área de cozinha, “além de atitude responsável, profissionalismo e boas competências de comunicação e relacionamento interpessoal”, de acordo com a empresa. As suas principais responsabilidades incluem a preparação e confeção de refeições ligeiras, empratamento e guarnecimento dos pratos, execução de operações culinárias, planeamento e controlo da produção alimentar.

Já o rececionista de 2ª classe deve possuir “excelentes competências de comunicação e bom relacionamento interpessoal”, uma vez que tem contacto direto com o público. A sua função abrange o atendimento ao cliente, tanto presencial como telefónico, realização de check-in e check-out, além das tarefas administrativas. Segundo a Eurofirms, é necessário ter conhecimentos de inglês, apresentação cuidada, espírito de equipa e dinamismo.

O empregado de mesa de 2ª classe desempenha funções como serviço de mesa e buffet, serviço de bar, café e arrumação das salas. É valorizada a “apresentação cuidada e o gosto pelo contacto com o cliente”, bem como “a capacidade empática”.

No caso do empregado de andares, é exigida uma “boa comunicação, excelente atenção aos detalhes e organização”. As suas tarefas envolvem a limpeza e arrumação dos quartos, reposição do minibar, reposição de roupa e materiais, assim como a limpeza e arrumação dos espaços de trabalho.

Por fim, o bagageiro é responsável pela receção e entrega das bagagens dos hóspedes, além de acolher os visitantes da unidade hoteleira. Para essa função, é necessário ter “uma boa orientação para o cliente e flexibilidade de horário”.

Os cinco perfis têm algo em comum. “A formação profissional na área da Hotelaria é uma base extremamente importante e garante a aquisição de conhecimentos essenciais, que consolidam a experiência profissional de cada um. É o que as empresas consideram ser um ponto essencial na contratação, imediatamente seguido de características como a boa comunicação e relações interpessoais, o gosto pelo contacto com o cliente e a atenção ao detalhe”, acrescenta Letícia Oliveira.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img