Quinta-feira, Setembro 29, 2022
Quinta-feira, Setembro 29, 2022

SIGA-NOS:

Sonae Capital vende ativos hoteleiros em Tróia em operação assessorada pela JLL

A Sonae Capital, através das suas participadas, vendeu um conjunto de ativos hoteleiros em Tróia, tendo a operação sido mediada pela equipa de Hotel Advisory da consultora JLL. Este negócio é uma das maiores operações de investimento imobiliário em hotéis realizada no mercado português desde o início do ano, revela a consultora, sem, no entanto, revelar o valor transacionado.

Nesta operação, a The Editory Hotels, unidade de negócio de Hospitality da Sonae Capital, manterá a gestão destes ativos.

Localizado a menos de uma hora de Lisboa, seguido de uma curta travessia de ferry pelo rio Sado, estes ativos, Aqualuz Tróia Mar&Rio e The Editory By The Sea Tróia-Comporta, são empreendimentos turísticos de referência do emblemático Tróia Resort, que deu nova vida à península de Tróia.

Junto à praia, a poucos minutos da marina e inserido num ambiente privado, as unidades agora vendidas foram pensadas para toda a família, oferecendo uma gama de 377 apartamentos, além de espaços para reuniões e eventos – incluindo um centro de eventos com capacidade máxima para 600 pessoas – três restaurantes, spa, sala fitness, piscina interior e exterior e jardim, entre vários outros equipamentos e serviços.

Karina Simões, Head of Hotel Advisory da JLL, comenta que “há atualmente um grande apetite em investir no setor hoteleiro em Portugal, e que não incide apenas em ativos de cidade ou destinos turísticos mais consolidados, como Lisboa, Porto ou o Algarve, como esta operação vem confirmar. No entanto, apesar da solidez da procura e ainda que se diga que existem muitos hotéis para venda em Portugal, a verdade é que nem toda a oferta disponível no mercado consegue dar resposta aos critérios de investimento, pois muitas vezes são unidades de pequena dimensão, sem marca associada e com localizações secundárias. Por isso, quando surge no mercado ativos como estes, o interesse dos investidores é imediato, dando início a um processo de venda muito disputado, como foi o caso”.

“Atendendo à diversidade de perfis e nacionalidades investidoras atualmente ativas no mercado nacional, é com bastante satisfação que constamos que a melhor proposta veio, precisamente, de um player português”, conclui Karina Simões.

Aqualuz Tróia Mar&Rio

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img