Sexta-feira, Junho 14, 2024
Sexta-feira, Junho 14, 2024

SIGA-NOS:

TAP classificada como a companhia aérea de bandeira mais económica a partir de Itália

A TAP Air Portugal é a companhia de bandeira mais barata para voos a partir de Itália, revelou um estudo realizado pelo jornal italiano Corriere della Sera. A pesquisa, conduzida pelo jornalista especializado Leonard Berberi, analisou os preços e a competitividade das principais companhias aéreas a operar em território italiano. O estudo calculou o custo médio suportado pelos passageiros por quilómetro voado entre julho e setembro deste ano, destacando a TAP como uma escolha económica para viajar de Itália para Portugal.

O estudo, que teve em conta o custo real suportado pelos passageiros, calculou o valor médio pago por cada quilómetro voado durante o período de julho a setembro deste ano. Segundo a SkyExpert, uma empresa de consultoria especializada em aviação, aeroportos e turismo, “a companhia aérea mais económica deste ranking não surpreendeu”. Os passageiros da Wizz Air gastaram ligeiramente menos de sete cêntimos por cada quilómetro voado, o que significa que a tarifa média de base para uma rota de mil quilómetros foi de 70 euros. Já os passageiros que optaram pela Ryanair desembolsaram 7,6 cêntimos por quilómetro. A TAP ficou em terceiro lugar, com um custo de 10 cêntimos por quilómetro voado, ultrapassando os 11 cêntimos calculados para a easyJet e os 17 cêntimos da nova companhia aérea “de bandeira”, a Ita Airways.

Procurando enquadrar estes resultados, Pedro Castro, diretor da SkyExpert, sublinha: “dentro da Europa, a TAP tem vindo a adotar cada vez mais uma postura de companhia de baixo custo, isto é, todos os extras – incluindo bebidas, comida, reserva de lugar ou bagagem de porão – são pagos à parte, o que permite reduzir a tarifa aérea de base que é medida neste estudo. Seria interessante
comparar estes custos extra, também. Por outro lado, a TAP adota uma estratégia comercial distinta no estrangeiro: se para o mercado português pratica preços mais elevados, já lá fora vende bilhetes a preços muito competitivos, particularmente em viagens da Europa com destino ao Brasil e os EUA via Lisboa ou vice-versa. É precisamente por esta razão que o CEO da TAP afirmou recentemente que apenas 25% dos passageiros da TAP são portugueses”.

Pedro Castro destacou que estes resultados explicam a decisão da TAP de reforçar as operações entre Itália e Lisboa a partir de abril de 2024, sublinhando: “Está competitiva e esperemos que lucrativa, também”.

Pedro Castro destaca que atualmente a TAP oferece voos diretos para Itália apenas a partir de Lisboa, sendo que a companhia opera sem concorrência direta para dois aeroportos italianos: Roma-Fiumicino e Florença. Além disso, a TAP inclui no seu catálogo de destinos anuais outras cidades italianas, como Bolonha, Veneza e Milão-Malpensa, além de voos sazonais para Nápoles durante o verão. As ligações entre Portugal e Itália oferecidas pela Ryanair e easyJet também partem de outras cidades portuguesas, como Porto, Faro e Funchal, e abrangem aeroportos adicionais, como Pisa, Turim, Roma-Ciampino e Milão-Bergamo.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img