Quarta-feira, Julho 17, 2024
Quarta-feira, Julho 17, 2024

SIGA-NOS:

TAP volta a operar rota direta entre Caracas, na Venezuela, e ilha da Madeira

-PUB-spot_img

A TAP Air Portugal retomou, no passado dia 13 de junho, a rota Caracas-Madeira, segundo noticiou esta sexta-feira, dia 14, o Portal de Informação Aeronáutica NewsAvia.

De acordo com o portal de informação, esta ligação tem sido solicitada pelos portugueses que residem na Venezuela, dado que 80% dos emigrantes que chegaram à América do Sul são nativos da Madeira.

A TAP passou a ter quatro voos semanais entre Lisboa e Caracas, sendo que um deles faz escala no Aeroporto Internacional da Madeira, na ida ou na volta, até ao dia 24 de outubro deste ano.

A companhia aérea chegou a ter voos diários entre Lisboa e Caracas, dois com escala na Madeira e outro na cidade do Porto. Devido ao atraso do governo de Nicolas Madura na transferência das receitas das companhias aéreas estrangeiras no país e a problemas de segurança na Venezuela, a frequência de ligações foi reduzida.

Esta diminuição, segundo o portal de informação, levou à contratação da Euro Atlantic para efetuar dois voos semanais, posteriormente interrompidos, em fevereiro de 2020, depois de transportar o líder oposicionista Juan Guaidó e a sua comitiva de volta a Caracas após uma viagem pela Europa. Como resultado, a empresa portuguesa foi acusada de “ter transportado explosivos de Portugal para a Venezuela, trazidos por um membro da delegação de Guaidó”.

Após a pandemia, as relações institucionais entre Lisboa e Caracas voltaram ao normal e a TAP retomou a rota, inicialmente com dois voos por semana, os quais aumentaram para três no ano passado e para quatro este ano.

Entre os dias 13 de junho e 8 de agosto, as passagens para a Madeira terão o percurso entre Caracas e Madeira, devido à preferência dos emigrantes em passar férias na ilha. Entre os dias 15 de agosto a 24 de outubro, os voos no Aeroporto da Madeira serão feitos entre Lisboa e Caracas para facilitar o regresso direto a casa.

A cerimónia de inauguração do voo foi conduzida por Antonio Rafael Rojas Anette, diretor-geral do IAIM, no Aeroporto Internacional Simón Bolívar, em Maiquetía, e contou com a presença do Embaixador de Portugal em Caracas, João Fins do Lago. O diplomata português destacou a relevância das escalas no arquipélago da Madeira devido à origem da maioria das famílias portuguesas que vivem no país.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img