Domingo, Maio 26, 2024
Domingo, Maio 26, 2024

SIGA-NOS:

Turismo de Formentera espera que o mercado português cresça 25% este ano

A ilha balear de Formentera, em Espanha, recebeu 500 mil visitantes em 2022. No ano passado, o número de portugueses subiu 17% face a 2019. Em 2023, o destino ambiciona que o crescimento de portugueses seja de 25% comparativamente ao ano pré-pandemia.

Os números foram avançados por Fernando Valmaseda, diretor de Estratégia e Comunicação de Formenteira, num encontro com a imprensa que decorreu na terça-feira, 28 de fevereiro, e que teve como objetivo a promoção deste destino turístico. O responsável descreveu esta ilha balear, de 14 mil habitantes, como “o último paraíso do mediterrâneo”.

O principal mercado emissor de Formentera é, segundo Valmaseda, o mercado italiano, seguido pela Espanha e Alemanha. Portugal encontra-se em quarto lugar, juntamente com outros mercados.

O responsável explicou que, nos últimos anos, houve um crescimento no número de portugueses que viajam para Formentera. Como tal, Valmaseda explicou que o Turismo de Formentera queria “trabalhar o mercado português”.

“Os portugueses têm um grande compromisso com a sustentabilidade e com o meio ambiente e é esse o tipo de viajante que pretendemos receber para mantermos a natureza da ilha”, frisou.

O Turismo de Formentera iniciou, recentemente, uma campanha de promoção nacional e internacional. “A primeira apresentação de Fomentera este ano é em Portugal. Porquê? Porque nos parece que o comportamento dos portugueses na ilha está a ser excecional, em relação ao respeito ao meio ambiente, à sustentabilidade e têm um elevado poder de compra”, referiu, sublinhando que “o tipo de viajante que procuramos é comprometido com o meio ambiente, com o ‘slow e com a qualidade, por isso é que não queremos ir aos grandes operadores turísticos, nem ao Reino Unido”.

Com as diversas ações de promoção, o responsável acredita que “Portugal se converta, em um ou dois anos, no quarto destino emissor para Formentera”.

Fernando Valmaseda relembrou que as ilhas baleares foram “das primeiras comunidades em Espanha a abrir após a pandemia, e Formentera foi a primeira província em Espanha com zero casos de covid-19”, o que permitiu que o destino “se converte-se num paraíso para todos”, concluiu.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img