Segunda-feira, Junho 17, 2024
Segunda-feira, Junho 17, 2024

SIGA-NOS:

Turkish Airlines é a companhia aérea oficial da UEFA Champions League

A Turkish Airlines anunciou um acordo com a UEFA Champions League esta terça-feira, 6 de setembro. Com este acordo, a Turkish Airlines, a primeira companhia aérea a cooperar com a UEFA, primeiramente no EURO 2016, torna-se também a primeira companhia aérea a patrocinar a UEFA Champions League, juntando-se assim aos restantes patrocinadores oficiais da competição.

“Um patrocínio deste montante, no valor de 60 milhões de dólares por ano (60,34 milhões de euros), sugere não só a recuperação do setor aéreo, mas também reforça a força do patrocínio como meio de construção de marca. A adesão de companhias como a Emirates, Delta Airlines, e Etihad como patrocinadora de grandes propriedades desportivas, sugere que a Turkish Airlines está interessada em destacar a sua recuperação”, afirmou Conrad Wiacek, diretor de análise desportiva da GlobalData.

Nicholas Wyatt, diretor de viagens e turismo da GlobalData, comentou: “Poucas transportadoras podem igualar o alcance da Turkish Airlines quando se trata de conectividade global, e a companhia aérea procura cimentar a sua posição como um importante ator global, ajudada pelo megaprojeto do aeroporto de Istambul. A Turkish Airlines está na mesma liga que as companhias Emirates e Delta, pelo que faz sentido que tenha feito um acordo que traz o mais alto nível de exposição de marca”.

“O acordo também representa uma enorme vitória para a UEFA, na sequência das notícias de que a Crypto.com desistiu do patrocínio no último minuto – custando à UEFA cerca de 80 milhões de dólares por ano (80,45 milhões de euros)”, sublinhou.

“As parcerias de criptomoeda valiam mais de 566,87 milhões de dólares (570,09 milhões de euros) anuais no final de 2021, em comparação com os 234,24 dólares (235,57€) gastos pelas companhias aéreas no final de 2021. No entanto, com o colapso das criptomoedas em 2022, o setor das criptos está evidentemente a reavaliar os seus orçamentos e estratégias de marketing, levando a questões sobre se continuará a ser o porto seguro para a indústria do desporto como foi durante a pandemia”, concluiu.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img