Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023
Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023

SIGA-NOS:

UE discute resposta coordenada à situação da covid na China esta quarta-feira

O governo sueco, que exerce a Presidência da União Europeia durante os primeiros seis meses de 2023, convocou uma reunião do mecanismo de gestão de crises do Conselho Europeu, a fim de discutir a possível reintrodução de restrições a viajantes da China.

A Suécia quer que a reunião seja realizada esta quarta-feira, dia 4, afirmando que, devido à situação na China, é necessária uma ação europeia conjunta, informa o site SchengenVisaInfo.com.

Até ao momento, três Estados-membros da UE introduziram restrições à entrada de passageiros provenientes da China, na sequência de um aumento do número de casos neste país, depois de o mesmo ter reaberto as suas fronteiras a 7 de dezembro de 2022, depois de as manter encerradas desde o início da pandemia em 2020.

Segundo o ministro sueco dos Assuntos Sociais, Jakob Forssmed, é necessário que a UE imponha rapidamente as medidas necessárias na atual conjuntura, lembrando que a reunião convocada para o dia 4 de janeiro permitirá ao bloco acordar uma linha comum de medidas.

“A Suécia busca uma linha comum para toda a UE quando se trata da introdução de possíveis restrições de viagem. É importante que adotemos rapidamente as medidas necessárias ”, disse o ministro.

Até agora, três países da UE introduziram restrições de entrada para viajantes da China – a Itália em 26 de dezembro, a Espanha em 31 de dezembro e a França deve fazê-lo a partir de 5 de janeiro.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img