Domingo, Julho 14, 2024
Domingo, Julho 14, 2024

SIGA-NOS:

Ventos da Mudança: Tendências do consumidor que mudam o panorama das viagens em 2024

-PUB-spot_img

Ao navegar pelos ventos da mudança e alinhar-se com estas tendências emergentes, as empresas de viagens não apenas sobreviverão, mas prosperarão nos anos vindouros.

Por João Taborda

Numa era definida por avanços tecnológicos extremamente rápidos e normas sociais em evolução, a indústria de viagens encontra-se na encruzilhada de uma mudança sem precedentes. Uma convergência de preferências do consumidor, eventos globais e tecnologias emergentes está a remodelar a forma como exploramos o mundo. Uma análise mais aprofundada das tendências da Euromonitor e da Skift revela um quadro intricado de tendências do consumidor que irão influenciar o panorama de viagens em 2024.

Um tema-chave que emerge das tendências da Euromonitor é o crescente foco nas viagens conscientes e orientadas para um propósito. À medida que os viajantes se tornam mais conscientes do ambiente e da sociedade que estão a visitar, há uma mudança percetível em direção ao turismo sustentável e responsável. Os consumidores procuram experiências que não só enriqueçam as suas vidas, mas também contribuam positivamente para as comunidades locais e o ambiente. Esta tendência alinha-se com uma consciência global mais ampla sobre as mudanças climáticas e o desejo de consumo responsável. As mega-tendências da Skift para 2024 complementam esta narrativa ao destacar o aumento das experiências de viagem transformadoras. Além do turismo tradicional, os viajantes procuram viagens imersivas e transformadoras. Desde intercâmbios culturais até retiros de bem-estar, a procura por experiências que fomentem o crescimento pessoal e o bem-estar está a aumentar. Isso sinaliza um afastamento da mentalidade turística convencional (de massas!) para um envolvimento mais profundo e significativo com os destinos visitados.

Além disso, as perceções da Euromonitor realçam o papel em evolução da tecnologia nas viagens. A integração perfeita de inteligência artificial, realidade virtual e realidade aumentada está a transformar a experiência de viagem. Desde recomendações personalizadas até assistentes virtuais de viagem, a tecnologia está a aprimorar todas as fases da jornada. No entanto, é crucial para a indústria encontrar um equilíbrio entre a inovação e a preservação do toque humano que torna as viagens especiais.

O ênfase da Skift na democratização das viagens alinha-se com as descobertas da Euromonitor, destacando que as viagens estão a tornar-se mais acessíveis a um público mais amplo. À medida que as barreiras de entrada diminuem, a indústria deve adaptar-se para atender às diversas necessidades e preferências dos consumidores. Essa tendência de inclusividade estende-se além das demografias para também abranger diferentes estilos de viagem, atendendo aos interesses variados dos viajantes diversificados de hoje.

A interação destas tendências sugere que o futuro da indústria de viagens reside na adoção da sustentabilidade, na oferta de experiências transformadoras, na utilização criteriosa da tecnologia e na garantia de inclusividade. As empresas de viagens que se alinharem com estas expectativas em evolução dos consumidores prosperarão no panorama dinâmico de 2024.

Em conclusão, as tendências da Euromonitor e da Skift mostram que à medida que os consumidores priorizam experiências orientadas por propósitos e transformadoras, a indústria deve adaptar-se para permanecer relevante. Ao navegar pelos ventos da mudança e alinhar-se com estas tendências emergentes, as empresas de viagens não apenas sobreviverão, mas prosperarão nos anos vindouros. A chave reside em compreender o pulso do viajante moderno e criar experiências que se alinhem com as suas preferências e valores em evolução.

Por João Taborda

Vice President of Travel & Tourism Solutions da Teleperformance Portugal

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img