Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

SIGA-NOS:

Viajes El Corte Inglés dá garantias de manutenção dos colaboradores após fusão com a Logitravel

A Viajes El Corte Inglés (VECI), que na semana passada anunciou a sua fusão com a Logitravel , reuniu-se com os representantes dos trabalhadores e garantiu-lhes que dispõem de toda a força de trabalho, visto que não existem duplicações nas estruturas das duas empresas, conforme relatado pelo Sindicato Profesional de Viajes (SPV).

O encontro foi entre a comissão intercentros da VECISA e Jorge Schoenenberger, novo CEO da Viajes El Corte Inglés e do grupo resultante, e com a equipa de gestores de recursos humanos da empresa e do grupo El Corte Inglés, Manuel Pinardo , Pablo Tauroni e Francisco Martínez Granero.

A Schonenberger apresentou o projeto de ” crescimento e diversificação ” do novo grupo, que marcará o roteiro da empresa para os próximos anos.

Segundo a SPV, a equipa gestão tem transmitido “tranquilidade e entusiasmo aos colaboradores para enfrentarem este novo e estimulante projeto, pois pretendem ter todos os trabalhadores”, apesar da situação atual continuar a ser “complicada e os níveis de faturação ainda estarem longe dos obtidos em 2019”, alerta o sindicato.

A central sindical lembra que Logitravel e VECISA são “empresas com atividades complementares, portanto não se espera duplicação”.

Por um lado, destaca que a Viajes El Corte Inglés acumula experiência e profissionalismo no serviço ao cliente, tanto privado como empresarial, e dispõe de uma vasta rede de pontos de venda.

Por sua vez, a Logitravel disponibiliza grande conhecimento e recursos tecnológicos, de forma que “o resultado será uma empresa mais forte e que se beneficie das sinergias das contribuições das duas empresas”, segundo a SPV, que destaca que “o objetivo é tornar as agência de viagens mais modernas e competitivas do setor ”.

A comissão intercentros aproveitou a oportunidade para apresentar vários pedidos à empresa, entre eles, “ações motivacionais” para os trabalhadores da Viajes El Corte Inglés após um último ano “especialmente duro”.

A SPV termina dizendo que o o novo CEO: “é uma pessoa próxima, cordial, muito preparada e com enorme experiência no tratamento humano” – e convicta do futuro do projeto. “Isso nos dá muita confiança e entusiasmo”, conclui.

O novo grupo contará com mais de 500 pontos de venda, 3,5 mil milhões de euros de faturação (valores antes da pandemia) e mais de 5 mil colaboradores.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img