Segunda-feira, Julho 22, 2024
Segunda-feira, Julho 22, 2024

SIGA-NOS:

WTTC pede ao governo britânico que pague testes PCR a viajantes totalmente vacinados

-PUB-spot_img

O World Travel & Tourism Council (WTTC) está a pedir ao governo do Reino Unido que pague por testes PCR “extremamente caros e desnecessários” a viajantes totalmente vacinados.

De acordo com o Travemole, o ministro da saúde Sajid Javid questionou os “preços excessivos e práticas exploratórias” de algumas empresas de testes PCR, solicitando que a Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) as investigue.

O WTTC afirma que existem grandes diferenças nos preços dos testes de PCR, em função das empresas que os fornecem. Os testes de PCR custam em média 89€, embora a divulgação dos resultados em 90 minutos possa custar até 473€.

Isso faz com que os testes de PCR do Reino Unido estejam entre os mais caros da Europa – em parte devido à cobrança de 20% de IVA.

Nesse sentido, o WTTC diz que é hora de o governo intensificar o pagamento total dos testes de PCR das pessoas totalmente vacinadas. Isto removeria o enorme fardo financeiro que está a reduzir a procura de viagens, atrasando a recuperação das viagens internacionais.

O World Travel & Tourism Council acredita que, se o governo não pagar o valor dos testes de PCR, deve, no mínimo, substituir a necessidade dos testes PCR do segundo dia, em países verdes e âmbar, por testes de antigénio em viajantes totalmente vacinados. Como acontece em outros países, apenas aqueles que testarem positivo devem fazer um teste de PCR.

Virginia Messina, vice-presidente e CEO interina do WTTC, afirmou: “Para muitas pessoas – especialmente famílias e pequenas empresas com orçamento limitado – o custo adicional de testes PCR desnecessários faz a diferença entre poder viajar ou não”.

“No mínimo, apoiamos a investigação da Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) para examinar os preços excessivos dos testes de PCR que estão a impedir o renascimento das viagens internacionais”, acrescenta Virginia Messina.

De acordo com uma pesquisa do parceiro do WTTC, YouGov, quase metade dos adultos britânicos (47%) vêem os custos financeiros dos testes COVID-19 como a principal barreira para viagens internacionais.

Paralelamente, 53% dos adultos britânicos revelaram que o custo do teste de PCR terá um impacto significativo no seu orçamento, se viajarem para o exterior este ano.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img