Domingo, Maio 26, 2024
Domingo, Maio 26, 2024

SIGA-NOS:

8 em cada 10 hóspedes dos estabelecimentos portugueses em abril serão de procedência estrangeira

Os hotéis portugueses encaram as férias de Páscoa deste ano com níveis de reservas recorde face aos últimos cinco anos, segundo o World Hotel Index da SiteMinder. Ao dia de hoje, as reservas situam-se 21,8% acima dos dados de 2019 e preconizam uma excelente temporada para a indústria hoteleira portuguesa.

Concretamente, os dados da SiteMinder refletem que 15,5% do total das reservas contabilizadas pelos alojamentos portugueses até ao dia de hoje são para disfrutar do período de férias da Semana Santa.

“Estas boas expectativas do setor devem-se em grande medida ao auge atual do turismo internacional”, aponta a empresa, revelando que 8 em cada 10 clientes dos estabelecimentos portugueses em abril serão de procedência estrangeira. Britânicos, franceses, alemães, norte-americanos e espanhóis, são, por esta ordem, os viajantes que mais pesam este ano no ranking de estrangeiros que elegeram Portugal para passar as suas férias, segundo dados recentes da SiteMinder.

A vontade de viajar impõe-se, desta forma, à inflação e subida de preços. Atualmente, os alojamentos portugueses são cerca de 19% mais caros que antes da pandemia. Só no último ano, o preço médio por quarto aumentou 21%, enquanto a taxa de cancelamento reduziu-se em 26,6%.

Em conjunto com o auge do turismo internacional, a reabertura da China também tem levado à recuperação das reservas nas últimas semanas, a nível global. Desde o início do ano até agora, a média de reservas a nível mundial (os estudos da SiteMinder incluem 40 países líderes em turismo) manteve-se ligeiramente acima dos números pré-pandemia. Portugal pode assim, considerar-se um íman para os turistas face a outros países à sua volta, como Itália, França ou Alemanha, que não conseguiram superar os números de 2019, mantendo uma evolução semelhante a Espanha (24,9%).

Verão

Os dados do World Hotel Index também incluem sinais animadores para o verão, devido, em grande medida, ao aumento da confiança e da antecipação com que os hóspedes reservam as suas férias em Portugal. Assim, cabe assinalar que quase 30% das reservas realizadas nas últimas duas semanas são para o período entre junho e agosto. De resto, muitos portugueses já organizaram as suas férias este verão, um número que se supõe que corresponde a 15% do total das reservas recebidas no período de verão.

“Os nossos dados preveem uma Semana Santa de grande êxito e são uma antecipação do que será este verão e, inclusive, o resto do ano: melhoria de preços, maior antecipação e aumento das reservas, e uma ocupação mais alta graças à recuperação do turismo internacional. E mais, as pessoas continuam a dar prioridade a viajar apesar da subida dos preços”, comenta André Góis, diretor da SiteMinder em Portugal.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img