Terça-feira, Maio 21, 2024
Terça-feira, Maio 21, 2024

SIGA-NOS:

AHP associa-se à JMJ2023 e oferece condições especiais de alojamento para quem vai ao evento

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) assinou um protocolo com a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que tem como objetivo oferecer descontos em alojamento nos hotéis associados e que integram a plataforma Click2Portugal.

Os hóteis juntaram-se à iniciativa com condições especiais para os peregrinos, famílias, acompanhantes e aos que visitam Portugal para acompanhar o encontro mundial da Igreja Católica.

Esta parceria abrange os dias do evento e também decorrerá entre os dias 22 de julho e 15 de agosto, 10 dias anteriores e 10 dias posteriores à JMJ.

A AHP, bem como as unidades hoteleiras que se associaram a esta iniciativa, “estão empenhadas em tornar esta experiência ainda mais especial”, através de descontos (entre 10% e 15%) no preço do alojamento em hotéis de todo o país, com o intuito de permitir que quem for na JMJ2023 circule e desfrute de Portugal nos dias que antecedem ou sucedem o evento.

Para o efeito, a AHP criou um site onde os interessados podem encontrar a listagem de unidades hoteleiras aderentes e fazer a reserva diretamente, através de promocode. Estarão também disponíveis estas informações na página oficial da JMJ.

Para tentar medir o potencial impacto que a JMJ2023 tem na Hotelaria da Área Metropolitana de Lisboa (AML), a Associação da Hotelaria de Portugal realizou um inquérito junto dos seus associados, entre os dias 2 e 16 de junho de 2023.

Segundo os hoteleiros inquiridos, a percentagem de reservas para a semana da Jornada, em toda a AML, situava-se nos 56%, sendo que a previsão é de que a Taxa de Ocupação (TO) pudesse chegar aos 89%. Se analisarmos apenas a cidade de Lisboa, a percentagem de reservas, ao tempo do inquérito, situava-se nos 59% e os hoteleiros perspetivavam que a TO atingisse os 91%.

Já esta semana, na cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, o presidente da AHP, Bernardo Trindade disse não esperar “ocupações gigantescas” nas unidades de alojamento durante os dias da Jornada Mundial da Juventude, mas acredita no impacto que o evento pode gerar no futuro do turismo.

“Nessa semana, não espero gigantescas ocupações hoteleiras, mas sei bem aquilo que vamos deixar, a semente que vamos deixar para os próximos anos, e as pessoas que aqui vão estar, vão comunicar com outras e vão tornar esta região cada vez mais aprazível”. 

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img