Segunda-feira, Julho 26, 2021
Segunda-feira, Julho 26, 2021

SIGA-NOS:

Alemanha apresenta duas novas campanhas para retomar o turismo

Ulrike Bohnet, diretora do Turismo da Alemanha para Portugal e Espanha, espera que “o turismo já esteja no caminho da recuperação”, mas tem noção de que os números pré-pandemia relativos ao mercado português não vão voltar ao que eram antes de 2024 ou 2025. 

A responsável falava numa apresentação aos jornalistas sobre duas novas campanhas.

Em plena pandemia a quebra das dormidas dos turistas portugueses, na Alemanha, foi de 59,9%, mas apesar destes números a diretora acredita que para o ano já “vamos ter alguma recuperação”, porque este ano “penso que muitas pessoas vão decidir fazer as férias grandes no seu país”, salientou.

De acordo com o Turismo da Alemanha, em 2019, período pré-pandemia, o total de dormidas dos turistas portugueses passou as 500 mil, mais exatamente: 517.212. Já em 2020 o que se observou foi uma descida deste número para 207.402 dormidas no total. É de destacar que nestes dados só foram considerados estabelecimentos com mais de 10 camas, todos os outros tipos de alojamento, como o alojamento local, ficaram excluídos destas estatísticas. 

A diretora do Turismo da Alemanha para Portugal e Espanha referiu ainda que a promoção do turismo sustentável na Alemanha é uma aposta a “longo prazo”. 

De acordo com Ulrike Bohnet, a pandemia alterou as necessidades dos turistas. A tendência focou-se no aluguer de casas rurais, na procura de “espaços abertos” longe de aglomerados, mas também em “ambientes saudáveis que convidam a atividades ao ar livre”. Com estas novas necessidades surgiu o conceito “slow travel”, cuja sua “base (…) é claramente a sustentabilidade”, referiu a diretora. 

Por este motivo foram criadas campanhas para promover o turismo alemão, como a German.Local.Culture. que procura dar notoriedade às cidades mais pequenas e menos conhecidas com uma grande oferta cultural e gastronómica. 

Já a campanha Feel Good tem como principal objetivo promover a Alemanha como um destino sustentável, destinando-se aos “amantes da natureza”, às “famílias”, mas também para urbanistas cuja prioridade seja a sustentabilidade. 

As duas campanhas pretendem desenvolver as atividades ao ar livre e o contacto com a natureza em zonas rurais. 

+2
avatar
-PUB-

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img