Quarta-feira, Julho 17, 2024
Quarta-feira, Julho 17, 2024

SIGA-NOS:

Boeing reduziu perdas líquidas em 55,6% em 2023

-PUB-spot_img

A Boeing reduziu, em 2023, as suas perdas líquidas em 55,6% relativamente aos 2,242 mil milhões de dólares (2,068 mil milhões de euros) do período homólogo. Neste contexto, a Boeing atingiu, em 2023, 77.794 milhões de dólares (71.785 milhões de euros), um crescimento de 17% face a 2022.

A Boeing tem registado prejuízos há cinco anos, devido à crise do 737 MAX e à crise económica provocada pela pandemia. Até à data, estão a ser produzidos 38 aviões por mês do modelo 737.

Na sequência do acidente com o voo da Alaska Airlines, a Boeing afirmou que está a cooperar de “forma transparente com a Administração Federal de Aviação dos EUA”. Além disso, a Boeing está a tomar medidas para reforçar a qualidade, incluindo a “exigência de inspeções adicionais na sua fábrica e nos principais fornecedores”.

Adicionalmente, a carteira de encomendas da empresa aumentou no ano passado para 520 mil milhões de dólares (479,04 mil milhões de euros), incluindo 5.600 aviões comerciais. No total, a empresa entregou 528 aeronaves em 2023.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img