Sexta-feira, Julho 1, 2022
Sexta-feira, Julho 1, 2022

SIGA-NOS:

Delta Air Lines perde cerca de 865,5 M€ no 1.º trimestre

A Delta Air Lines anunciou que perdeu 940 milhões de dólares (cerca de 865,5 milhões de euros) no primeiro trimestre, mas que as reservas aumentaram nas últimas semanas, apesar da elevada inflação, a pandemia e a guerra na Ucrânia.

No primeiro trimestre, as receitas da transportadora foram de 9,35 mil milhões de dólares.

Numa entrevista, o CEO (Chief Executive Officer) da transportadora aérea de Atlanta afirmou que “as últimas cinco semanas têm tido as reservas mais altas da história” da Delta.

“Penso que isso é uma indicação de que as pessoas já acabaram com o vírus. Sentem que têm todas as ferramentas e a tecnologia para o gerir”.

Bastian disse esperar que a procura de viagens permaneça forte durante dois a três meses – o prazo mais longo que as companhias aéreas se aventuram a fazer previsões.

A Delta prevê receitas no segundo trimestre de cerca de 95% dos níveis pré-pandemia, acima dos 89% do primeiro trimestre. A tendência será impulsionada por mais gastos em lugares ‘premium’ e mais cobrança com cartões de crédito da marca Delta.

Ao mesmo tempo, a Delta está a preparar-se para custos muito mais elevados. Prevê que os gastos com mão-de-obra e tudo o resto, exceto combustível, irão aumentar cerca de 17% por lugar, em comparação com o mesmo trimestre em 2019.

Bastian disse que a procura de viagens é suficientemente forte para cobrir os custos de combustível mais elevados.

A Delta está a receber quase o mesmo valor por passageiro que recebeu em 2019, mas há mais lugares vazios – o voo médio teve uma taxa de ocupação de 75%, em comparação com 83% no início de 2019.

Tal como outras companhias aéreas, a Delta acrescentou dívidas durante a pandemia, contraindo empréstimos junto do Governo federal e de fontes privadas.

No final do trimestre de março de 2022, a empresa tinha uma dívida total e obrigações de arrendamento financeiro de 25,6 mil milhões de dólares.

O objetivo é reduzir a dívida em cerca de 6.000 milhões de dólares até ao final de 2024.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img