Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023
Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023

SIGA-NOS:

FITUR: Gabriel Escarrer apresenta visão estratégica e perspetivas de crescimento da Meliá em 2023

Gabriel Escarrer, vice-presidente e CEO da Meliá Hotels International, apresentou, no primeiro dia da FITUR, 18 de janeiro, a visão estratégica e as perspetivas de crescimento da cadeia hoteleira em 2023. De acordo com o responsável, este ano a Meliá continuará priorizar “a inovação da marca e as experiências, a liderança hoteleira, a digitalização, a expansão internacional e a sustentabilidade, fatores-chave na resiliência demonstrada pela empresa ao longo do último ano”.

Apesar das circunstâncias geopolíticas e económicas, Escarrer indicou que a procura por viagens, que disparou após o levantamento das restrições relacionadas com a covid-19, também está a resistir ao medo da recessão e, assim, a acelerar a taxa de recuperação da cadeia hoteleira. Com prudente otimismo, o responsável previu um crescimento global em 2023, indicando que as reservas para estadias futuras aumentaram 35% no website da Meliá em comparação com o ano anterior. O CEO também descreveu uma recuperação consistente nos hotéis urbanos e no segmento MICE, este último particularmente impulsionado pelo renascimento do mercado dos EUA.

Inovação e disrupção, fatores-chave no novo ambiente empresarial da Meliá

Segundo comunicado de imprensa, a Meliá Hotels International continua a procurar inovar nas suas marcas e produtos, dada a crescente procura de experiências de “lifestyle”. Neste contexto, Escarrer apresentou as duas novas marcas da empresas criadas em 2022.

Em primeiro lugar, a marca Falcon’s Resorts by Meliá, um conceito inovador que combina um hotel de vanguarda, um parque temático, e instalações comerciais e de lazer, e que já conta com o seu primeiro hotel na República Dominicana. A segunda marca, a Zel Hotels, é o resultado de uma joint-venture com o tenista Rafael Nadal, uma marca com um estilo 100% mediterrânico, estando prevista a abertura do primeiro hotel em Maiorca em 2023, após a renovação do atual INNSiDE Cala Blanca Hotel, em Palmanova.

No que diz respeito à digitalização, o CEO da Meliá destacou o lançamento do novo site da cadeia hoteleira, que já gera mais de 40% das vendas totais, e a criação do Meliá Escapes em resposta a um novo comportamento de compra mais digital. A Meliá Escapes é uma plataforma gerida pela Meliá e pela Logitravel que oferece aos utilizadores a possibilidade de comprar pacotes com o seu hotel e voos, assim como outras experiências e serviços de viagem.

Uma carteira global de mais de 100.000 quartos

Em 2022, a Meliá abriu um total de 32 hotéis com 7.500 quartos. O crescimento priorizou destinos turísticos no Sudeste Asiático, Mediterrâneo e Caraíbas, e foi outro dos marcos explicados por Escarrer ao refletir sobre a adição em 2022 de mais de 8.200 quartos. A recente adição do primeiro hotel Meliá nas Seychelles e o acordo com a Vinpearl no Vietname foram dois dos destaques do ano, este último permitiu à Meliá tornar-se na segunda maior cadeia hoteleira no Vietname. Este crescimento permitiu à empresa elevar o número total de quartos para mais de 100.000, em hotéis em operação e em processo de abertura.

Escarrer também sublinhou que a cadeia hoteleira chegou a um acordo para administrar o antigo Rey Juan Carlos Hotel, em Barcelona, e o adjacente Palau de Congressos de Catalunya. A Meliá converterá este icónico hotel, fechado desde 2020, num novo hotel administrado sob a marca Gran Meliá. O responsável explicou que este acordo representa a recuperação de um ativo de alto valor acrescentado para a indústria de viagens em Barcelona.

Para 2023, o CEO anunciou pelo menos 25 aberturas em 14 países, incluindo grandes projetos como o Palazzo Cordussio Gran Meliá, um palácio renascentista no coração de Milão, ou o primeiro hotel da marca ME by Meliá hotel em Malta, onde a cadeia hoteleira também abrirá três outros hotéis. A marca ME by Meliá também fará a sua estreia em Guadalajara, México. Na Albânia, a empresa abrirá dois novos hotéis, enquanto que em Espanha um novo INNSiDE by Meliá está agendado para inaugurar em Tenerife. Na região da Ásia Pacífico, a Meliá continuará a abrir hotéis em países como o Vietname, Tailândia ou Malásia, estendendo a sua presença num continente onde terá mais de 50 hotéis até 2025. Finalmente, a empresa anunciou também novas aberturas na Tanzânia, Cabo Verde, Cuba, México, Brasil, Irão, Qatar e Arábia Saudita.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img