Quarta-feira, Julho 17, 2024
Quarta-feira, Julho 17, 2024

SIGA-NOS:

Linha de Apoio à Qualificação da Oferta com 300 M€ para apoiar empresas turísticas

-PUB-spot_img

O Turismo de Portugal assinou na passada sexta-feira, dia 28, um protocolo com 12 instituições bancárias, através do qual reforça a Linha de Apoio à Qualificação da Oferta Turística em 300 milhões de euros.

De acordo com o Turismo de Portugal, trata-se de “um instrumento de apoio financeiro às empresas do turismo para investimentos direcionados para a requalificação, ampliação, adaptação e reposicionamento da oferta existente, previsão de uma nova tipologia de investimento relacionada com os projetos integrados no Programa REVIVE e a adesão das empresas ao Programa Empresas Turismo 360”.

A sessão de assinatura deste protocolo foi presidida pelo Ministro da Economia, Pedro Reis e contou também com a presença do Secretário de Estado do Turismo, Pedro Machado, do Presidente da Associação Portuguesa de Bancos, Vítor Bento e do Presidente do Turismo de Portugal, Carlos Abade, bem como de representantes de cada um dos bancos que integram esta iniciativa.

Face à versão anterior, esta linha de apoio prevê o aumento do valor máximo a atribuir por operação pelo Turismo de Portugal, I.P. de 1,5 milhões de euros para 3 milhões de euros, tendo em vista assegurar uma maior capacidade de intervenção, a discriminação positiva das empresas que tiverem obtido a distinção de Sustainability Leader no PET 360º e a inclusão das despesas de investimento referentes à habitação para os trabalhadores das empresas.

Dado o elevado nível de utilização da Linha, foi “necessário ajustar a mesma em função dos atuais desafios do setor”, explica o instituto. Deste modo, e decorridos mais de três anos desde a última revisão, o Turismo de Portugal e o setor bancário criaram a Linha de Apoio à Qualificação da Oferta 2024.

Para o Ministro da Economia “o lançamento desta Linha de Apoio, numa articulação entre o Turismo de Portugal e a Banca, reforça o compromisso em promover investimentos que, através das empresas, impulsionam o setor e a economia do país.”

Para o presidente do Turismo de Portugal, “com esta iniciativa também demonstramos que estamos conscientes das necessidades e desafios atuais e estamos a garantir as ferramentas que permitam que o desenvolvimento das empresas turísticas seja contínuo e alinhado com os princípios de sustentabilidade e qualidade.”

Por sua vez, Vítor Bento, Presidente da Associação Portuguesa de Bancos, destacou o facto de o setor bancário revelar “mais uma vez que está comprometido com o futuro do país e com o apoio às empresas de um setor tão relevante como é o do turismo.”

O protocolo foi assinado entre o Turismo de Portugal e as seguintes entidades bancárias: Abanca; Bankinter; BPI; Caixa Geral de Depósitos; Crédito Agrícola; Caixa Agrícola de Torres Vedras; EuroBic; Millennium BCP; Montepio Geral; Novo Banco; Novo Banco dos Açores e Santander.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img