Sábado, Abril 20, 2024
Sábado, Abril 20, 2024

SIGA-NOS:

Living Tours inicia operação própria em Lisboa

A Living Tours iniciou a sua operação com meios próprios a Sul do país, resultado de um investimento em novas frotas, instalações físicas e vários tours e experiências por destinos como Lisboa, Sintra, Cascais ou Comporta.

“Este é um marco importante para a empresa que, desde 2004, se dedica a proporcionar experiências turísticas por toda a Península Ibéria, através de uma alargada rede de parcerias nacionais e internacionais”, lê-se no comunicado.

Para Rui Terroso, CEO da Living Tours, o alargamento da operação da empresa deve-se, essencialmente, à “necessidade de proximidade com parceiros e clientes”. “Um dos nossos principais objetivos, enquanto promotores de experiências turísticas, é criar uma oferta variada e memorável, que cumpra os must visit de cada destino, mas que também acrescente novas descobertas e novas abordagens. Estarmos, fisicamente, a Sul, vai permitir-nos conhecer melhor cada cliente e alinhar a nossa oferta à sua exigente expetativa”, afirma.

Apesar de disponibilizar tours e experiências em todo o território nacional e em Espanha, esta mudança para Lisboa inspirou também a criação de novos roteiros, com operação regular (saídas diárias) e serviços customizados para pequenos grupos. Para as cidades de Lisboa, Sintra, Cascais ou Óbidos estão reservadas as experiências ligadas à história, arquitetura e gastronomia, enquanto que a Arrábida ou Comporta prometem “conquistar pelas paisagens, experiências a cavalo e provas de vinhos”.

A partir da capital serão também realizados roteiros para Fátima, respondendo à “grande procura por turismo religioso”, e Nazaré, um “destino a crescer nos últimos anos”, fruto também da “visibilidade internacional que ganhou no Surf”, explica a empresa.

Estas novas ofertas integram as já disponibilizadas pela Living Tours no Centro e Sul do país, realizadas através de parcerias locais. Para este ano de celebração, a Living Tours terá ainda outras novidades, nomeadamente a aposta em novas áreas de negócio complementares às atividades e experiências turísticas, bem como novas parcerias internacionais, que terão um “grande impacto não apenas nos resultados operacionais da empresa, mas também em todo o turismo em Portugal”, sublinha.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img