Segunda-feira, Julho 22, 2024
Segunda-feira, Julho 22, 2024

SIGA-NOS:

Luís Pedro Martins reeleito presidente do Turismo do Porto e Norte por mais cinco anos

-PUB-spot_img

Luís Pedro Martins foi reeleito para a presidência da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal em eleições que contaram com significativa participação, embora apenas a lista encabeçada pelo atual presidente se tenha apresentado a sufrágio. Dos 54 votos expressos, a Lista A alcançou 54 votos a favor, não tendo havido votos brancos ou nulos. A tomada de posse para um novo mandato de cinco anos acontece a 26 de fevereiro, às 18h00, na sede da Entidade Regional.

O atual presidente está na liderança da Entidade Regional de Turismo desde 2019 e avança para um segundo mandato “para consolidar a trajetória de desenvolvimento e crescimento iniciada com os projetos desenvolvidos nos últimos cinco anos”. Na mira aparece “um trabalho que não está acabado e que pode agora conhecer um forte impulso com o financiamento previsto no Programa Regional Norte 2030”, o qual vai permitir “concretizar importantes projetos para a região”, acrescenta Luís Pedro Martins.

Fazem parte da renovada lista Cancela Moura, Vítor Paulo Pereira, Manuel Tibo e Pedro Mesquita Sousa. Na Mesa da Assembleia Geral mantém-se João Manuel Esteves e entra Fátima Fernandes. A lista para o Conselho de Marketing é encabeçada pela Associação do Turismo do Porto, fazendo ainda parte a APECATE – Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos, a APAVT – Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo, a Porto Business School, a Alfândega do Porto e as câmaras municipais de Macedo de Cavaleiros e do Peso da Régua.

Segundo comunicado, os grandes desígnios para os próximos cinco anos, para o destino, passam por consolidar e reforçar a notoriedade do “Porto e Norte de Portugal” pela diversidade e sofisticação, desenvolvendo estratégias e projetos que visem a sustentabilidade e a digitalização do setor. No domínio institucional, a aposta passa pelo fomento da cooperação estratégica com os vários stakeholders relevantes do território, e para o território, querendo contribuir igualmente para a discussão sobre o modelo, competências e financiamento das Entidades Regionais de Turismo.

Nos últimos cinco anos foram enfrentados os maiores desafios de que há memória, desde uma pandemia a conflitos mundiais. “O turismo da região soube preparar-se e sair da pandemia de modo estoico, levando a que, logo em 2022, tivéssemos superado os números pré-pandémicos”, lembra o presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Os resultados validam a estratégia seguida. O ano de 2023, apesar de ainda não ter oficialmente os resultados fechados, aponta “para um recorde absoluto em praticamente todos os indicadores da atividade turística”.

O Porto e Norte regista o maior crescimento ao nível nacional, no número de dormidas, tendo sido ultrapassadas as 12,5 milhões de dormidas, o que significa uma subida de cerca de 15% face ao período homólogo de 2022, reforçando a primeira posição nacional em termos de dormidas dos residentes.

No que respeita a proveitos, a subida é ainda mais acentuada, rondando os 30%. “Não só temos mais turismo, como temos melhor turismo, de mercados com poder aquisitivo, que ficam mais tempo e que se deslocam por todas as sub-regiões do destino”, sustenta Luís Pedro Martins. Que lembra o “excelente” comportamento do Douro, Minho e Trás-os-Montes, acreditando que neste último o crescimento será maior com o reforço da oferta que está em curso.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img