Quarta-feira, Novembro 30, 2022
Quarta-feira, Novembro 30, 2022

SIGA-NOS:

Portugal está no top 3 de volume de vendas da Royal Caribbean

Francisco Teixeira, CEO da Melair, que representa o Grupo Royal Caribbean em Portugal, apresentou esta quarta-feira, 14 de setembro, a programação de 2023 do grupo para a Europa, Caraíbas e Alasca e anunciou a inauguração de quatro novos navios de cruzeiro até 2026 . Durante a apresentação, o responsável apontou que Portugal está no top três de volume de vendas da Royal Caribbean.

“Já estamos a vender a programação de 2023. O quarto trimestre é normalmente muito importante para a venda de cruzeiros e também para o estímulo da venda no primeiro trimestre do ano seguinte, por isso estes seis meses são muito importantes”, afirmou o CEO numa conferência de imprensa que decorreu durante a apresentação do navio Anthem of the Seas, que esteve atracado esta quarta-feira no Porto de Lisboa.

Com a guerra da Ucrânia e com a covid-19, o primeiro e quarto trimestre não seguiram o comportamento natural da reserva de cruzeiros, segundo Francisco Teixeira. O responsável sublinhou que “foram temporadas muito fracas”.

Como em 2022 a procura foi menor do que o habitual, a Royal Caribbean praticou preços mais baixos para manter a ocupação elevada, mas de acordo com o CEO, em 2023, “não vamos conseguir repetir isso”.

Portugal: Top 3 volume de vendas

Francisco Teixeira afirmou, durante a apresentação, que Portugal está no top três de volume de vendas da Royal Caribbean, num grupo que engloba a Europa, Médio Oriente e África. “Estamos a vender mais do que a Alemanha no segundo trimestre”, sublinhou, explicando que “estando no top três, temos o reconhecimento e somos considerados um mercado importante, o que nos permite ter mais fundos para fazermos publicidade e promoções”.

Programação 2023

Europa

“Em Barcelona, temos tido sempre um navio da classe oásis a ser inaugurado. Em 2023, vamos ter o Symphony of the Seas”, contou.

Os passageiros do Symphony of the Seas vão poder optar por partir de Barcelona ou de Roma; o Odyssey of the Seas – que estreou em 2021 – vai estar em Roma, e fará um itinerário de sete noites pelas ilhas gregas, entre julho e agosto. Francisco Teixeira nota que o volume de vendas deste cruzeiro quase duplicou. “Há muita procura por este navio e itinerário”, explicou o responsável.

Em Ravenna, no porto que irá substituir Veneza, estará o Explorer of the Seas, um cruzeiro mais pequeno, da classe voyager, que fará em 2023 itinerários pelo mar Adriático e Grécia.

O Enchantment of the Seas estará em Atenas, Ravenna e Roma e não fará uma programação certa. O Rhapsody of the Seas ficará em Limassol (Chipre) e Haifa (Israel); o Anthem of the Seas em Southampton; e, por último, o Jewel of the Seas terá partidas de Amesterdão.

Caraíbas

O Harmony of the Seas ficará todo o ano em Miami. “É o navio bandeira para as Caraíbas para o mercado português”, sublinha o CEO da Melair e o Wonder of the Seas terá partidas de Port Canaveral (Flórida). O navio Freedom of the Seas também fará partidas de Miami em 2023.

Os passageiros do Oasis of the Seas vão poder optar por partir de Miami ou de New Jersey; o Allure of the Seas terá partidas de Galveston; e o Adventure of the Seas de Fort Lauderdale (Flórida).

Alasca

Em 2023, a partir de Seattle estarão os navios Ovation of the Seas e Quantum of the Seas, devido a uma procura crescente por esta cidade americana.

O navio Radiance of the Seas fará partida de Vancouver (Canadá) e de Seward (Alasca) e o Brilliance of the Seas partirá de Fort Lauderdale (Flórida).

Novos navios

Francisco Teixeira também anunciou que Royal Caribbean irá inaugurar quatro novos navios de cruzeiro até 2026. O primeiro navio a juntar-se à frota, já em 2023, é o Icon of the Seas, que irá inaugurar a nova classe Icon. Este cruzeiro terá 200 mil toneladas e capacidade para 5.600 passageiros.

Em 2024, o grupo irá inaugurar o Utopia of the Seas, o sexto da classe Oasis, que terá 250 mil toneladas e capacidade para 5.735 passageiros.

Em 2025 e 2026, vão juntar-se mais dois navios à classe Icon: o Icon of the Seas 2 e Icon of the Seas 3, ambos com 200 mil toneladas.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img