Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

SIGA-NOS:

Presença portuguesa na Expo Yangzhou 2021 dá destaque ao turismo, cortiça e vinhos

Os destinos turísticos nacionais, os vinhos portugueses e a indústria da cortiça têm sido, até ao momento, o foco das atenções no Pavilhão de Portugal na Expo Yangzhou 2021, exposição internacional no leste da China que, em apenas um mês, desde que abriu a 8 de abril, registou já a visita de 400.000 chineses de 30 províncias do gigante asiático. Até 8 de outubro, esperam-se oito milhões de visitantes.

Organizado pela ACTEP-Associação do Turismo Chinês em Portugal, o Pavilhão de Portugal, inteiramente construído de raiz, ocupa uma área de aproximadamente 1.500 metros quadrados, com um grande jardim, uma vinha e um edifício forrado a cortiça, numa parceria desenvolvida com a Corticeira Amorim, estabelecida na China há mais de quinze anos. Juntamente com toda a informação e permanentes vídeos turísticos sobre Portugal e os vinhos da Bacalhoa, em exposição e oferecidos para prova a convidados e em eventos especiais do Pavilhão, este tem sido um dos espaços da Expo Yangzhou que mais curiosidade tem despertado entre os visitantes.

“À vista e ao tacto, a cortiça desperta muita curiosidade, e numa exposição que tem na Sustentabilidade um dos seus principais temas, é uma aposta ganha. O mesmo se passa com os vinhos Portugueses, que estão crescentemente a ser apreciados na China, e o facto de termos uma vinha verdadeira na nossa área tem sido motivo de atração. Acima de tudo, porém, a maior parte dos visitantes tem demonstrado um enorme interesse por Portugal e as suas regiões enquanto destino para viagens e férias, e não tenho qualquer dúvida de que vamos ver reflexos disso no próximo ano”, afirma o presidente da ACTEP, Yong Liang, a partir de Yangzhou.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img