Domingo, Junho 23, 2024
Domingo, Junho 23, 2024

SIGA-NOS:

Ryanair deixa de voar a partir da Irlanda do Norte

O Aeroporto Internacional de Belfast (BIA), o mais movimentado da Irlanda do Norte, anunciou nesta terça-feira, dia 24, que a Ryanair pretende suspender todas as operações nas suas instalações no final de outubro. A Ryanair culpa APD (Air Passenger Duty) e aeroportos por esta retirada.

Esta decisão implicará a suspensão total dos voos na região britânica, uma vez a companhia aérea também vai suspender a sua atividade para a primavera-verão no Aeroporto de Belfast City (BCA), o segundo mais importante.

“É dececionante que a Ryanair tenha decidido suspender as operações em todo o mercado da Irlanda do Norte no final de outubro, depois de ter estado, nos últimos anos, nos três principais aeroportos regionais”, explicou um porta-voz do Aeroporto Internacional de Belfast num comunicado.

As autoridades locais mobilizaram-se para recuperar as conexões perdidas. “Temos entrado em contacto com outras companhias aéreas, para garantir a continuidade nas rotas deixadas pela Ryanair e para manter os empregos”, acrescentou o porta-voz.

Neste sentido, a rota entre Belfast e Málaga continuará a operar através das companhias aéreas easyJet, Jet2 e TUI, enquanto a easyJet e Jet2 continuarão a voar para Alicante, confirmou o porta-voz da BIA. Os serviços de verão da cidade de Belfast para locais populares de férias na Espanha, Portugal e Itália devem terminar no final do verão.

Em resposta ao sucedido, a Ryanair esclarece: “Devido à recusa do governo do Reino Unido em suspender ou reduzir o APD e à falta de incentivos de recuperação da Covid-19 em ambos os aeroportos de Belfast, neste inverno, a Ryanair encerrará as operações do Aeroporto Internacional de Belfast e no Aeroporto de Belfast City”.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img