Terça-feira, Fevereiro 20, 2024
Terça-feira, Fevereiro 20, 2024

SIGA-NOS:

Six Senses anuncia abertura em Lisboa em 2025

Depois de Istambul, e com aberturas planeadas para Roma, Nova Iorque, Londres e Banguecoque, a Six Senses anunciou a sua entrada no coração de Lisboa, adicionando um segundo destino ao seu portfólio em Portugal, a seguir ao Six Senses Douro Valley, no coração da região vinícola do país.

Com abertura agendada para 2025, o Six Senses Lisbon nascerá nos edifícios históricos Palácio Lavra, do século XVII, e no Palácio de Pedrosas, este último construído em 1764 para um comerciante italiano e, posteriormente, vendido aos correios portugueses. Junto ao famoso funicular Elevador do Lavra, o Six Senses Lisbon está perto de todas as atrações culturais da cidade, incluindo o Coliseu, o Teatro Politeama e a emblemática Avenida da Liberdade.

O Six Senses Lisbon vai oferecer 114 quartos nos dois edifícios. O Palácio de Pedrosas é uma viagem no tempo com peças adquiridas pelo comerciante original, juntamente com arte clássica e moderna, coleções de livros, tapetes antigos, mapas e esculturas têxteis feitas à mão. A Six Senses descreve o ambiente como “contemporâneo e fresco”, em contraponto com a arquitetura clássica exposta e o mobiliário tradicional português. “As generosas proporções dos quartos, as grandes janelas e portas e os tectos altos conferem ao hotel um toque contemporâneo e arejado. As suítes possuem cozinhas equipadas separadas e terraços ao ar livre com área para refeições e sofás confortáveis, perfeitos para uma fuga relaxante no final de um dia agitado de compras ou visitas às atrações da cidade”.

“O rés-do-chão do Palácio Lavra tem a estética de um atelier de artista, complementado por balcões de madeira talhada e tapeçarias feitas à mão. Os quartos estão decorados em tons quentes e terrosos para envolver os hóspedes com conforto, com toques tradicionais portugueses, como cerâmicas pintadas à mão”, pode ler-se no comunicado.

“O que emerge do nosso mais recente projeto urbano não é apenas uma coleção de quartos de hotel, mas uma comunidade vibrante e diversão”, disse o CEO da Six Senses, Neil Jacobs. “A oferta também inclui padrões de serviço diferenciados, com uma equipa dedicada no local e os Personal Guest Experience Makers, serviço de buffet privativo, tratamentos de spa no quarto e planeamento de eventos com buffet.”

O restaurante da rua principal será guiado pela filosofia Eat With Six Senses, onde “os sabores são frescos e os ingredientes são sazonais e saudáveis”. Haverá também “um restaurante de especialidades orgânicas no pátio, um animado lounge bar, um descontraído bar com efeito de estufa e um café-bar aberto o dia todo”.

O Six Senses Spa de 1.000 metros quadrados irá combinar terapias exclusivas e programas de bem-estar para hóspedes e moradores locais. Juntamente com oito salas de tratamento, haverá áreas húmidas internas e externas, um centro de fitness, um estúdio de dança e um estúdio de ioga.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img