Segunda-feira, Junho 17, 2024
Segunda-feira, Junho 17, 2024

SIGA-NOS:

Sul da Europa impulsiona crescimento do NH Hotel Group

As receitas do NH Hotel Group, parte da Minor Hotels, aumentaram 28,1% entre janeiro e setembro em comparação com o mesmo período de 2022, atingindo 1.612 milhões de euros, superando os lucros pré-pandemia em 51%. Os números divulgados pela cadeia confirmam um crescimento em todas as regiões, destacando-se “o maior nível de atividade no Sul da Europa”.

Por unidade de negócio, em Espanha (que inclui dados de Portugal e França), a receita hoteleira comparável aumentou 18% em relação a 2022 e 32% em relação a 2019, devido ao “desempenho nas cidades principais e secundárias”. A ocupação média até setembro foi de 73%, um ponto percentual abaixo de 2019, e o ADR foi de 137 euros por noite. Os dados apresentados indicam que “em comparação com 2019, o RevPAR LFL foi de +24% com preços mais altos (+26%) e menor ocupação (-1p.p)”.

Em Itália, as receitas comparáveis aumentaram 28% em relação a 2022 e 40% em relação a 2019, “com melhorias substanciais Roma e Milão”. O ADR italiano atingiu 184 euros por noite, com a taxa de ocupação em linha com 2019. Além disso, o RevPAR aumentou em 38%.

Nos países do Benelux, as receitas aumentaram 31% em relação a 2022 e 14% em relação a 2019. Amesterdão, Bruxelas e os hotéis de negócios registaram níveis de crescimento mais elevados. A ADR foi de 157€ por noite, e a ocupação média foi de 66%, seis pontos abaixo de 2019.

Para os hotéis na Europa Central, o crescimento da receita foi de 23% em relação a 2022 e 12% em relação a 2019, com Düsseldorf, Munique e Frankfurt como principais destinos. A ADR foi de 115 euros por noite (+19% em relação a 2019), e a ocupação foi de 65%, sete pontos abaixo de 2019.

Na América Latina, a receita aumentou 33% em relação a 2022 e 29% em relação a 2019, com a Argentina e o México a registarem o melhor desempenho. A ocupação aumentou oito pontos percentuais em relação a 2019, para 66%, e o ADR foi de 81 euros por noite (+13%).

Desempenho de julho a setembro

No terceiro trimestre, as receitas foram de 586 milhões de euros, um aumento de 14% em relação ao ano anterior. A taxa de ocupação melhorou 2 pontos percentuais para 71%, e o ADR atingiu 142 euros, um aumento de 9,1% em comparação com o terceiro trimestre de 2022 e 28% em comparação com o mesmo período de 2019.

Em Espanha, França e Portugal, a taxa de ocupação foi de 74%, em linha com 2022. A ADR aumentou 12%, para 143 euros. Em Itália, a ADR foi de 201 € (+15% em comparação com o terceiro trimestre de 2022) e a ocupação foi de 70%.

No Benelux, na Europa Central e na América Latina, a ocupação foi de 71%, 70% e 68%, respetivamente, melhorando nos três casos em comparação com o mesmo período do ano passado. O ADR no Benelux atingiu 158 euros (+13%), na Europa Central 113 euros (+11%) e na América Latina 83 euros (+9%).

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img