Segunda-feira, Fevereiro 26, 2024
Segunda-feira, Fevereiro 26, 2024

SIGA-NOS:

Tendências de viagem em 2024: Mabrian identifica mudanças nas preferências turísticas na Europa

A Mabrian, uma empresa de inteligência em viagens, apresentou a sua mais recente análise sobre a evolução das motivações de viagem para 2024, com um foco específico nas tendências de mudança para visitar a Europa e os destinos que projectam as melhores perspectivas para o próximo ano.

Este estudo, realizado através da análise de sentimentos de viajantes nas redes sociais e de dados transacionais relativos à futura conectividade aérea, proporciona insights sobre as tendências em mutação nos interesses turísticos na Europa e nos destinos mais promissores.

A análise da Mabrian identifica um aumento global nas viagens experienciais, particularmente refletido na Europa, especificamente no turismo ativo e natural. Os países do norte da Europa lideram esta mudança e posicionam-se como os mais preparados para capitalizar estas novas tendências de procura. Itália, por sua vez, encabeça a lista de destinos potencialmente em alta para 2024, seguida por França e Alemanha. A região do Piemonte em Itália, a Nouvelle-Aquitaine em França e o leste de Inglaterra destacam-se como os três principais destinos, enfatizando o interesse numa combinação de atrações culturais, naturais e gastronómicas com uma conectividade aérea robusta.

Algumas das principais conclusões da análise da Mabrian centram-se no aumento global das viagens experienciais em destinos europeus, proporcionando uma nova perspetiva sobre as preferências de viagem.

Rumo às viagens experienciais

A análise da Mabrian indica uma tendência global para motivações de viagem mais experienciais e menos convencionais, com um aumento de 8% nas viagens experienciais desde 2019. O turismo experiencial engloba atividades como experiências ativas, naturais, gastronómicas e de bem-estar, enquanto o turismo convencional inclui cultura, sol e praia, atividades familiares, vida noturna e compras.

Novas tendências europeias que refletem a mudança global

A Europa experimentou um crescimento equivalente de 8% em atividades experienciais de 2019 a 2023, reduzindo a proeminência das motivações convencionais. O turismo ativo e de natureza emerge como o de crescimento mais rápido, ganhando 5 e 3 pontos percentuais, respetivamente.

Países melhor posicionados para o turismo experiencial

Países do norte da Europa, incluindo Islândia, Noruega, Finlândia, Eslovénia e Suíça, estão melhor posicionados para capitalizar a crescente procura por atividades experienciais, com uma quota de interesse de mais de 60%.

Destinos potencialmente em alta para 2024

A Mabrian identifica a Itália como o principal país com mais destinos potenciais (quatro), seguida da França e da Alemanha com dois cada. As 10 principais regiões de tendência para 2024 incluem também o Reino Unido e Portugal.

Top três destinos em alta em 2024: Piemonte; Nouvelle-Aquitaine e Leste de Inglaterra

A Mabrian indica que a região do Piemonte, em Itália, destaca-se pelos seus destinos, como Turim, Stresa e Alba. “A região sobressai pela harmonia entre ofertas culturais e naturais, com especial foco nas experiências gastronómicas, beneficiando também de tendências positivas na acessibilidade de voos”, afirma a plataforma.

Por sua vez, Nouvelle-Aquitaine, em França, atrai atenções com destinos como Bordéus, Biarritz e Limoges. Segundo a Mabrian, esta região destaca-se pela sua produção enológica e gastronómica, combinada com um apelo ao turismo ativo. Além disso, “a sua conectividade aérea é reconhecida pela sua qualidade e estabilidade”.

No Leste de Inglaterra, Reino Unido, que engloba localidades como Cambridge, Essex e Norfolk, observa-se um equilíbrio entre as ofertas culturais e naturais, emergindo como um destino em ascensão. A sua conectividade sólida e estável, segundo a plataforma, “amplifica ainda mais o seu atrativo”.

Para completar o top 10 dos destinos mais populares, as menções incluem Occitânia (França), Campânia (Itália), Renânia do Norte-Vestefália (Alemanha), Lombardia (Itália), Emília-Romanha (Itália), a província de Hamburgo (Alemanha) e Lisboa (Portugal).

“Embora seja desafiador generalizar tendências hoje, dada a disparidade de segmentos e interesses, é crucial identificar a mudança global e estrutural nas motivações de viagem, especialmente entre as novas gerações. Cada destino possui características únicas e uma oferta turística distinta, mas todos devem prestar atenção à evolução das motivações dos viajantes e esforçar-se por adaptar as suas ofertas o mais ágil possível, dado que a competição é global e está a aumentar”, comenta Carlos Cendra, CMO da Mabrian.

Para este estudo, foram analisadas mais de 380 milhões de menções turísticas online no período entre janeiro e outubro deste ano, comparadas com os quatro anos anteriores.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img