Sexta-feira, Julho 1, 2022
Sexta-feira, Julho 1, 2022

SIGA-NOS:

Turismo de Lisboa e empresas investem 6,1M€ em promoção, mas Carlos Moedas alerta: “Não podemos desaproveitar esta oportunidade”

Carlos Moedas apelou, mais uma vez, ao Governo que resolva as filas no aeroporto de Lisboa. Para o presidente da autarquia, Lisboa tem uma oportunidade única nos próximos tempos, no que diz respeito ao turismo, que “não pode ser desaproveitada”. “Não podemos desaproveitar esta oportunidade e, de uma vez por todas, não podemos dar esta má imagem que está acontecer hoje no aeroporto de Lisboa àqueles que chegam fora da Europa”.

Carlos Moedas participou esta quinta-feira, dia 23, numa sessão da Associação do Turismo de Lisboa (ATL) em que foi anunciado um investimento de 6,1 milhões de euros em programas de promoção, co-financiado por empresas e diversas entidades públicas, através da ATL.

Para o presidente da Câmara Municipal de Lisboa e da direção da ATL, de nada vale toda a promoção no destino, se o problema do aeroporto não for resolvido. “Se não resolver esta situação, isso vai ter um efeito devastador”, afirmou.

Sobre o investimento em promoção revelado esta quinta-feira, o autarca disse significar a capacidade do destino em prosseguir com uma promoção contínua do turismo. “Hoje na Europa e fora temos de estar constantemente a combater aquilo que é um desafio real: “Temos muitos concorrentes e esta promoção é essencial”.

6,1 milhões de euros para promoção

A Associação Turismo de Lisboa e as empresas associadas estão a investir 6,1 milhões de euros em programas de promoção, com o objetivo de promover a retoma do setor.

De acordo com a apresentação feita por Vitor Costa, presidente da ERT-TL e diretor geral da ATL, os programas contam com a especial participação das empresas associadas do Turismo de Lisboa, que os financiam em 1,8 milhões de euros. Outra fonte de financiamento, no montante de 2,5 milhões de euros, provém do Fundo de Desenvolvimento Turístico de Lisboa (taxa turística), no âmbito de um projeto para a dinamização da procura, aprovado pela CML.

Cerca de 1 milhão de euros é assegurado pela Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa (ERT-RL). “O investimento da ERT-RL tem como um dos objetivos fomentar o crescimento de polos a potenciar ou a desenvolver na região, como o Tejo, a Costa da Caparica, a Arrábida e Mafra, bem como de produtos turísticos transversais, incluindo Surf, Sol e Mar, Golfe e Natureza”, acrescenta Vitor Costa.

O restante investimento (810 mil euros) é assegurado pelo Turismo de Portugal, no âmbito da contratualização da Promoção Turística Externa.

Planos de promoção em curso

A maior parte do investimento previsto está a ser direcionado para planos de comercialização e vendas das empresas nos mercados externos (3 milhões de euros), incluindo a participação em certames internacionais, campanhas online e ações de promoção e venda junto a operadores ou outros canais. Foram aprovadas 46 candidaturas com a participação de 101 empresas.

O plano de comercialização e vendas no mercado interno contempla um valor de 392 mil euros e está direcionado para os polos turísticos a potenciar ou em desenvolvimento definidos no plano estratégico (Tejo, Costa da Caparica, Arrábida e Mafra), bem como para os produtos transversais (Surf, Sol e Mar, Golfe e Natureza) e inclui ações de promoção e contactos comerciais no mercado nacional propostas e desenvolvidas pelas empresas participantes. Neste momento, já foram aprovadas 14 candidaturas, com a participação de 18 empresas, encontrando-se o programa ainda aberto.

Para o apoio à captação de congressos, eventos corporativos e eventos associativos está já comprometida uma verba de cerca de 510 mil euros para 2022 e anos seguintes, para financiar o aluguer de salas, espaços e venues no âmbito de reuniões e congressos, bem como audiovisuais, alojamento, transfers e catering. Até ao momento, já foram aprovadas 78 candidaturas, continuando o programa aberto.

Já o programa de internacionalização de festivais e outros eventos culturais tem disponível uma verba de 250 mil euros, destinada a co-financiar planos de publicidade no estrangeiro suscetíveis de captar público internacional adicional para estes eventos. Foram aprovadas as candidaturas dos festivais Rock in Rio, NOS Alive, Kalorama e Jazz em Agosto.

Os restantes quase 2 milhões de euros são destinados a financiar as ações organizadas diretamente pela Associação Turismo de Lisboa, com a participação dos seus associados, nomeadamente feiras internacionais, workshops e webinares internacionais, roadshows, sales blitz, materiais promocionais e dinamização da comercialização no portal.

Até ao momento, os programas de promoção conjunta com as empresas contam com a participação de 367 entidades, bem como a participação de 333 buyers internacionais em workshops e webinares, organizados diretamente pela Associação Turismo de Lisboa através do Lisboa Visitors Bureau e do Lisboa Convention Bureau e com a participação dos seus associados.

O programa é reservado a candidaturas de associados da ATL, exceto em casos excecionais devidamente identificados, sendo as condições de participação definidas nos vários regulamentos aprovados, que serão divulgados diretamente junto dos associados e no portal.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img