Terça-feira, Fevereiro 20, 2024
Terça-feira, Fevereiro 20, 2024

SIGA-NOS:

Veneza limita dimensão de grupos de turistas a partir de junho

Veneza está a implementar novas medidas para enfrentar os desafios do turismo em massa, com o Conselho da Cidade a anunciar a limitação do tamanho dos grupos turísticos a 25 pessoas e a proibição do uso de altifalantes e megafones.

A partir de 1 de junho, estas regulamentações entrarão em vigor não só no centro histórico de Veneza, mas também nas ilhas de Murano, Burano e Torcello. Os grupos serão agora limitados a 25 pessoas, aproximadamente metade da capacidade de um autocarro turístico. Além disso, será estritamente proibido que os grupos façam paragens em ruas estreitas, pontes ou passagens, numa tentativa de preservar a vivência dos residentes locais e aliviar a pressão sobre as infraestruturas turísticas.

Outra medida significativa será a proibição do uso de altifalantes e megafones, visto que estes podem causar “confusão e distúrbios”, de acordo com Elisabetta Pesce, conselheira de segurança. Pesce sublinhou que estas medidas são “cruciais para otimizar a gestão de grupos”, promovendo simultaneamente o turismo sustentável e garantindo a proteção e segurança da cidade.

Estas iniciativas marcam os mais recentes esforços da cidade para controlar o turismo excessivo, seguindo a decisão anunciada em setembro de impor uma taxa de €5 para visitantes diários com mais de 14 anos durante os períodos de maior afluência.

Em 2019, antes da pandemia, Veneza recebeu cerca de 13 milhões de turistas, sendo que os visitantes diários contribuíram apenas com uma fração da receita gerada pelos que pernoitaram na cidade.

Simone Venturini, conselheiro de turismo da cidade, disse que a última medida faz parte de um quadro mais amplo de intervenções destinadas a melhorar a gestão do turismo em Veneza, equilibrando melhor as necessidades dos residentes e dos visitantes.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img