Quarta-feira, Julho 17, 2024
Quarta-feira, Julho 17, 2024

SIGA-NOS:

Iberia aponta para crescimento em Portugal nas rotas sazonais de verão e com aviões maiores

-PUB-spot_img

A Iberia celebrou, na passada quinta-feira, dia 20, o 85º aniversário da rota Lisboa-Madrid, num evento que juntou parceiros e clientes na Embaixada de Espanha em Lisboa. António Linares, diretor comercial da Iberia para Espanha, Portugal e Norte de África, garantiu aos jornalistas que a rota entre as duas capitais está “a correr muito bem”, graças aos “vários pontos de venda” entre os dois destinos.

Com mais capacidade agora para Lisboa e Porto, do que antes da pandemia, Linares avança que o crescimento da Iberia em Portugal pode surgir nas rotas sazonais de verão, como Funchal-Ponta Delgada, com um aparelho maior. No entanto, garante que a companhia tem destinos “suficientes” em Portugal e não descarta poder abrir novas ligações desde que haja “procura crescente”. “Estamos contentes com os pontos para os quais voamos em Portugal”, assegura.

De acordo com o responsável, entre 2022 e 2023, a Iberia teve um “forte crescimento e uma forte procura” do mercado português em Madrid, face aos restantes mercados que a companhia opera. Este crescimento é justificado graças à oportunidade que a Iberia oferece a Portugal de se conectar com vários destinos da América do Norte e Latina.

Neste momento, o objetivo da Iberia é continuar com os seus voos diários entre Lisboa e Madrid, e com os quatro voos diários para o Porto. Para Faro, Funchal e Ponta Delgada, a transportadora pretende aumentar o número de ligações na época de verão e, em paralelo, começar a operar as rotas com um avião de maior capacidade, com o objetivo de oferecer aos dois mercados um maior número de lugares.

“Em 2024, a companhia colocou no mercado português mais de 1,2 milhões de lugares, o que se traduz em cerca de 80 frequências semanais”, recordou.

Para o inverno de 2024, a Iberia planeia lançar a rota Madrid-Tóquio, com o objetivo de ligar Portugal a mais destinos asiáticos. Da mesma forma, a transportadora pretende lançar uma nova rota entre Doha e Madrid, de forma a conectar Portugal e Espanha a vários destinos do Médio Oriente.

Questionado sobre o novo aeroporto em Alcochete, António Linares afirmou que, se houver um novo aeroporto, “iremos aproveitar para abrir mais ligações, no entanto, se o aeroporto não andar para a frente iremos manter as nossas ligações”.

Outra novidade é a ligação direta entre Sevilha e Funchal no verão de 2024, entre 9 de julho e 10 de setembro.

Recorde-se que, desde a pandemia, a Iberia já restabeleceu toda a sua rede de voos e destinos na América Latina, está a crescer nos Estados Unidos com a rota para Dallas, e realizará “a maior implantação” em várias rotas na sua rede de curto e médio curso em Espanha e na Europa. 

Na ocasião, o responsável revelou ainda que metade das vendas da companhia aérea são realizadas online e a outra metade são feitas através das agências de viagens. “São os nossos parceiros mais importantes, porque o canal web não pode vender toda a pluralidade de tráfego – corporate, tour operação, grupos. São absolutamente complementares e queremos que os dois cresçam”, conclui.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img