Sábado, Abril 20, 2024
Sábado, Abril 20, 2024

SIGA-NOS:

LATAM elimina 88% de plástico de utilização única a bordo

O grupo LATAM encerrou o primeiro semestre do ano com avanços significativos na meta de eliminar os plásticos de utilização única a bordo dos aviões até ao final de 2023. O grupo conseguiu reduzir o plástico em 88% através da implementação de projetos de economia circular, o que significou uma redução total de 1,600 toneladas, o equivalente a 266 milhões de sacos de plástico.

“O nosso compromisso é eliminar os plásticos de utilização única até 2023 e ser zero resíduos em aterros até 2027. Há dois anos decidimos migrar de um modelo linear para um modelo circular, em que os resíduos se tornam um recurso com uma nova vida. Continuaremos a trabalhar em mais iniciativas que nos permitam contribuir para o meio ambiente”, afirmou Estela Espinoza, Experience Manager do grupo LATAM.

Uma das iniciativas implementadas pelo grupo foi a substituição de plásticos de utilização única por materiais orgânicos, como papel no caso dos novos copos, bambu para os talheres, cana-de-açúcar para as tampas dos recipientes e materiais reutilizáveis, como tabuleiros na classe económica e sacos de pano na classe executiva.

A isso soma-se o trabalho que a LATAM vem desenvolvendo com o programa “Recicle sua viagem”, que promove a segregação de determinados resíduos gerados no serviço de bordo para posterior reciclagem, e que está em permanente revisão e melhoria. O “Recicle sua viagem” está atualmente em operação nos voos domésticos do Chile, Peru, Equador, Colômbia e está a ser avaliado a implementação no Brasil num futuro próximo.

A LATAM também deu continuidade ao programa “Segundo Voo”, que dá uma segunda vida aos uniformes da companhia aérea e a diversos elementos têxteis em desuso. Para isso, artesãos e empreendedores sul-americanos transformam esses itens em novos produtos, como porta-passaportes, etiquetas de bagagem, carteiras e chaveiros.

Em maio de 2021, o grupo LATAM lançou a sua nova estratégia de sustentabilidade, na qual estabeleceu metas desafiadoras: alcançar a neutralidade de carbono até 2050, eliminar os plásticos de uso único até 2023; e tornar-se um grupo com zero resíduos para aterro em 2027, a fim de contribuir para a proteção dos ecossistemas da América do Sul nos próximos 30 anos.

Projeto economia circular

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img